Franquias de Sorvetes

Segundo a Associação Brasileira das Indústrias e do Setor de Sorvetes (ABIS), o sorvete ficou conhecido no Brasil em 1834, quando dois comerciantes cariocas compraram 217 toneladas de gelo, vindas em um navio norte-americano, e começaram a fabricar sorvetes com frutas brasileiras. Na época, não havia como conservar o sorvete gelado e, por isso, tinha que ser tomado logo após o seu preparo. De lá para cá muitas pesquisas aliada às tecnologias transformaram o sorvete em uma das sobremesas mais populares e queridas dos brasileiros. Só em 2016, de acordo com a ABIS, o consumo brasileiro per capita foi de 4,86 litros de sorvete por ano. Ou seja, nesse período, o consumo brasileiro total foi de mais de 1 bilhão de litros de sorvete. Com isso, a produção brasileira foi de 675 milhões de litros de sorvetes de massa e de 224 milhões de litros de picolés, entre outros tipos da iguaria. O sucesso do ramo sorvete deve-se ao fato de ser um produto que admite personalização, inovação e agrada a consumidores de todas as classes sociais e estilos. Muito se fala que o ramo de sorvetes sofre os efeitos da sazonalidade, porém, ao longo dos anos, os principais players do ramo já encontraram diversas alternativas para manter o faturamento durante o inverno, que por aqui não costuma ser muito intenso. Novas texturas, petit gâteau (bolo quente com sorvete) e taças criativas estão entre as soluções mais recorrentes para o período. De olho nas infinitas possibilidades do ramo, as redes de franquias oferecem os mais variados modelos de negócios aos empreendedores, assim como vasto mix de produtos: casquinhas, potes, picolés, milk shakes, paletas, frozen yogurt, produtos artesanais etc. As franquias especializadas na venda de sorvetes surgiram na última década, segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF) e os modelos de negócios variam entre lojas convencionais e quiosques – por valores mais acessíveis. Dessa forma, o custo para abrir uma unidade de uma franquia do ramo de sorvetes varia de R$ 150 mil a R$ 400 mil, com prazo de retorno do investimento entre 18 e 36 meses.