Como o varejo e o e-commerce podem se preparar para a Black Friday?

Entender os dados e a demanda da concorrência, estruturar uma logística eficiente para a entrega e investir no estoque para a ocasião, podem fazer as vendas crescerem

Como o varejo e o e-commerce podem se preparar para a Black Friday?

A Black Friday, que acontecerá no dia 25 de novembro, é uma das datas comerciais mais importantes para os setores de varejo e e-commerce no Brasil. Em 2021, foram mais de 6,1 milhões de pedidos até as 20h da data, segundo monitoramento da Neotrust, empresa especializada em dados de vendas virtuais. O faturamento do e-commerce, por sua vez, atingiu a marca dos R$ 4,3 bilhões registrado em 2020.

 

“Muito além de uma loja virtual, é preciso que os marketplaces estejam capacitados para receber o montante de acessos, guiar os consumidores durante a compra, passar segurança e gerar um acompanhamento de pós-venda que satisfaça as expectativas criadas para a época. Ter um e-commerce preparado para receber as altas demandas de uma data como a Black Friday, ao mesmo tempo que oferece boas experiências”, afirma JB Queiroz, CEO e Sócio-Executivo da JBQ.Global, empresa especializada em outsourcing e soluções personalizadas para transformação digital.

 

A fim de ajudar os vendedores na melhor preparação para a data, existem plataformas que podem turbinar ainda mais as vendas, e isso vale para melhor entendimento dos dados de demanda e concorrência, estrutura da logística para entrega de produtos, reposicionar o estoque e até mesmo garantir automatização de processos. Veja abaixo algumas dicas:

 

 

1 - Entenda os dados de demanda 

Tenha em mãos o histórico anterior da participação do seu negócio nessa data ou qualquer outra importante. Será possível identificar os produtos mais buscados, os itens que obtiveram mais sucesso, a tendência do momento e outras informações que vão te auxiliar a programar a data. Porém, elas só são possíveis a partir da leitura dos dados, e é neste sentido que a Nubimetrics - startup que empodera vendedores de e-commerce com disponibilização de dados inteligentes em uma única plataforma - entra. 

 

2 - Invista no estoque

Garantir a variedade e o estoque abastecido é fundamental para o varejista que busca aumentar a receita durante a Black Friday, afinal é a venda em escala que garante margens mais lucrativas associadas a melhores preços ao consumidor final. Para as indústrias e distribuidores, a data também traz boas oportunidades já que o varejo precisa se precaver e investir no aumento do mix de produtos, garantindo assim a satisfação do seu consumidor com produtos e promoções atrativas. “Veja o crédito como oportunidade e não endividamento. Atualmente, o mercado oferece soluções de crédito que permitem às PME’s apostar nestas datas com prazos mais longos e melhores taxas para pagamento, além de conectar o varejista a fornecedores conveniados", recomenda Francisco Pereira, CEO da Trademaster, fintech especializada em soluções financeiras e de crédito B2B, focada em empoderar o pequeno e médio varejo.

 

3 - Determine uma estratégia de vendas específica

A data atrai muitos visitantes para sua loja de uma só vez. E é por isso que você precisa contar com uma loja virtual com uma estrutura firme e consolidada. Proporcionar uma boa experiência para o cliente vai fazer você vender mais .“Garantir que sua loja esteja pronta para receber muitos acessos simultâneos precisa fazer parte da preparação para as vendas. É importante também considerar fatores como template, usabilidade e facilidade no checkout, porque se a sua loja não for a mais preparada, o cliente vai comprar em outro site”, diz Lucas Castellani, CEO da Cartpanda, plataforma all-in-one que oferece soluções para o e-commerce. Com uma base de apoio desde o início da construção do site, o lojista consegue ter mais clareza para estabelecer estratégias de vendas na Black Friday.

 

4 - Prepare uma logística eficiente de entrega dos produtos

“Existe um fator primordial para o sucesso do cliente após sua decisão de compra de um determinado produto na Black Friday: um processo eficiente de logística. As marcas não somente precisam se importar com o pré e durante venda no período de descontos, mas também em garantir a satisfação do cliente com a entrega do produto adquirido”, pontua Caio Reina, CEO e fundador da RoutEasy. A startup automatiza a roteirização logística de companhias como Shopee, GPA, Magalu, Royal Canin e Obramax por meio de um software próprio que utiliza tecnologia e inteligência artificial para aumentar a performance de fluxos de trabalho no processo de logística e providenciar entregas no horário combinado, dentro do prazo e com a menor emissão de CO2 possível por meio de rotas automatizadas. Para a ocasião, outro serviço que pode ser essencial para suprir as necessidades do consumidor 4.0 são as entregas no mesmo dia. Para isso, a RoutEasy possui um módulo que permite same day delivery para grandes empresas com alta demanda e diferentes centros de distribuição, o Maestro. A tecnologia utiliza machine learning para orquestrar a logística e possibilitar, desta forma, entregas ágeis e eficientes. 

 

5 - Otimize os processos

Processos muito manuais tendem a ser mais morosos e menos eficientes. Em datas comerciais como a Black Friday em que há um volume de vendas muito alto, a otimização de processos pode garantir uma maior agilidade e uma margem de erro menor. Algumas tecnologias facilitam a operação de loja, como a captura inteligente de dados da Scandit, líder global em captura de dados, que pode ser realizada por meio de smartphones e permite o escaneamento de códigos de barras, textos, imagens e documentos. Algumas atividades que podem ser beneficiadas com essa tecnologia são a gestão de prateleiras, a expedição e o recebimento de produtos e a localização de um produto específico no estoque. Por exemplo, ao utilizar um dispositivo inteligente com MatrixScan AR da Scandit, a sobreposição virtual de Realidade Aumentada destaca instantaneamente os itens corretos na tela. É uma ferramenta fácil de usar e com tremenda economia de tempo para equipes ocupadas.

 

6 - Invista em vitrines digitais

A STANDOUT, martech referência em inteligência em trade marketing digital que auxilia as indústrias a falarem diretamente com os seus públicos nas páginas de produtos dos e-commerces, conteúdos enriquecidos, com layout responsivo, revela que as vitrines digitais são o contato inicial quando a marca quer se comunicar com o cliente e isso pode gerar 60% de aumento médio de vendas. 

Além de entregar as informações úteis sobre os benefícios e diferenciais dos produtos conforme as necessidades, elas conseguem entender o comportamento e o hábito do consumidor. De acordo com a navegação é gerado um mapa de calor que disponibiliza dados sobre o que está acontecendo com a vitrine dentro dos e-commerces, o que é decisivo para futuras estratégias.

 

7 - Encante seu cliente 

Em um mercado altamente competitivo, além de conquistar novos clientes, é fundamental manter - e expandir - a base. Com isso, é importante fazer uma gestão baseada em dados, principalmente na Black Friday, a favor da experiência e do sucesso de cada um deles e, claro, do crescimento da empresa.

Neste sentido, a SenseData, maior plataforma de sucesso do cliente e dados acionáveis da América Latina, possui uma lista de regras para alcançar o Customer Success ideal. Primeiro, você precisa conhecer o seu cliente, realizar personalização para ele, superar as expectativas de entrega, apostar na jornada de sucesso do cliente e, principalmente, investir na cultura organizacional focada no sucesso do cliente. “Para garantir o sucesso do seu cliente, é preciso entregar tanto o resultado esperado, quanto uma boa experiência. Clientes com sucesso são clientes satisfeitos, com resultado, que compram mais e indicam sua empresa para outros potenciais clientes”, explica Mateus Pestana, CEO da SenseData.

Outra forma de encantar os clientes é oferecendo promoções digitais. Com as estratégias do mercado de cupons digitais, é possível atingir os consumidores certos, além de conquistar ou manter clientes, oferecendo valor e recompensando a fidelidade. De acordo com Nara Iachan, CMO e fundadora da Cuponeria, algo fundamental em épocas com a Black Friday é alcançar os compradores onde quer que eles estejam e isso pode ser feito configurando promoções com base nas necessidades da marca. 

 

8 - Invista na prevenção de fraudes

A Black Friday costuma ser alvo de cibercriminosos para a aplicação de fraudes e golpes financeiros. Dessa forma é de suma importância a preparação contra ações fraudulentas que possam acontecer.

Em busca da melhor proteção das empresas, a Nethone, uma empresa polonesa de prevenção de fraudes financeiras, possui a missão de oferecer aos comerciantes e fintechs uma poderosa ferramenta de combate a crimes virtuais. Além disso, por meio da solução é possível identificar até mesmo as fraudes sintéticas - modelo de crime no qual são criados perfis aparentemente reais e altamente detalhados de consumidores.

Analisando as impressões digitais e a biometria comportamental de cada usuário em tempo real, o sistema da Nethone impede com sucesso 95.3% das tentativas de roubo de contas (ATO - account takeover). A fintech desenvolveu uma solução proprietária chamada "Know Your Users - KYU™" (conheça seus usuários), que se baseia em inteligência artificial e machine learning e permite a análise de mais de 5.500 características dos usuários das plataformas onde são realizadas as transações financeiras em tempo real. Entre os clientes da Nethone estão VTEX, Azul, Grover, Farfetch, Grupo Boticario e Blablacar.

Outra solução para combater fraudes vem da Minds Digital, IDtech especialista em soluções de biometria de voz, utiliza inteligência artificial para validar o acesso a contas digitais e os pagamentos por comando de voz. Para a Black Friday, a IDtech orienta que o e-commerce aumente a segurança, principalmente, no WhatsApp, que é o aplicativo mais utilizado no dia a dia das pessoas. Com a solução da Minds Digital, a empresa consegue verificar, por meio da confirmação por áudio, se quem está fazendo uma operação é realmente o cliente.

 

grupo do whatsapp sua franquia

 

CONHEÇA A FRANQUIA POR FAIXA DE INVESTIMENTO IDEAL PARA VOCÊ

 

Encontre a melhor franquia para você: franquias por segmentos e ramos

Confira mais artigos em: gurus do franchising

 

Encontre a melhor franquia para você