Franquias por segmentos e ramos

Qual segmento devo optar por investir? Confira 6 dicas para decidir o melhor para seu negócio

 

     1. Conheça os segmentos e ramos disponíveis: o setor de franquias abrange muitos ramos de atividade, que estão organizados segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF) em mais de 10 segmentos diferentes para investimento em franquias. Algumas opções de segmentos: alimentação e food service, casa e construção, comunicação e marketing, informática e eletrônicos, entretenimento e lazer, hotelaria e turismo, limpeza e conservação, saúde, beleza e bem-estar, serviços automotivos, negócios e serviços, e ainda na área de educacão e treinamento.

 

     2. Encontre a área de maior afinidade: para conseguir entender quais são as áreas que mais combinam com você, é necessário elencar pontos referentes aos seus gostos pessoais, habilidades e desejos. Elenque as atividades que mais gosta de fazer, pontos fortes e tente encontrar os ramos de maior afinidade. Tente se enxergar fazendo a mesma coisa todos os dias. Gostar de tomar sorvete pode não significar que você vai gostar de trabalhar com a produção e venda da sobremesa diariamente.

 

     3. Conheça o mercado em que deseja atuar: a área que você pensa em investir está com o mercado aquecido ou em declínio? O seu negócio pode impulsionar o setor ou ser mais um em meio a muitos outros? Conhecer o potencial do mercado e a concorrência é muito importante para encontrar oportunidades e traçar sua estratégia de atuação.

 

     4. Faça comparações: o mercado é muito abrangente e, mesmo segmentado, existe a concorrência e milhares de opções para seguir. Dentro de um mesmo ramo, conheça as marcas e as diferenças entre elas - desde produtos, investimentos a público-alvo.

 

     5. Converse com pessoas envolvidas: sejam os donos da marca (franqueador) ou outros franqueados, ter a percepção de como o negócio funciona na prática é importantíssimo. Tenha uma conversa transparente com o franqueador para entender todos os detalhes da operação, a estimativa de lucro e as sazonalidades importantes para o produto ou serviço.

 

     6. Estimar uma margem de lucro: Os passos apresentados nos tópicos anteriores te darão um panorama geral do seu possível negócio, o que é ótimo para imaginar o quanto isso pode te dar de retorno. Com a pesquisa de concorrentes e falando diretamente com franqueados e franqueadores, você poderá ter uma ideia da média de faturamento mensal e imaginar como pode ser o fluxo de caixa de sua franquia. E quanto mais lucro, melhor, certo? Mas é fundamental saber que o negócio não vai dar resultado sem o seu esforço: prepare-se para se dedicar muito e conduzir o seu negócio.

 

Ver Mais