O que é estudo de viabilidade? Como fazer estudo de viabilidade para franquia?

Aprenda, aqui no Portal Sua Franquia, um pouco mais sobre empreendedorismo e como o estudo de viabilidade pode trazer clareza ao futuro da sua franquia.

O que é estudo de viabilidade? Como fazer estudo de viabilidade para franquia?

 

É viável contratar um profissional para a realização de uma determinada tarefa, sendo que a mesma eu conseguirei me encarregar de realizá-la, mesmo que a sua qualidade não se compara quando realizada por um profissional? É viável utilizar um trajeto mais curto para chegar ao local de destino, mesmo que seja em via pedagiada, quando se compara a outra alternativa de trajeto, mesmo mais longo, porém sem a cobrança de pedágio? Exemplos como estes são muito comuns em nossas vidas e se quer nos deparamos do emprego da palavra viabilidade.

 

Pois sim! Já que a palavra viabilidade nada mais é do que a junção das palavras viável (crescer) + qualidade (essência). Em outras palavras, viabilidade é a qualidade do que é viável.

 

Podemos resumir então que viabilidade nada mais é do que analisar como algo pode alcançar resultado positivo/crescer/desenvolver. O conceito também faz referência à transitabilidade, isto é, à condição do caminho (estrada, via, etc.) onde se pode transitar.

 

O que é estudo de viabilidade em uma empresa?

Pelo fato da lógica que todo o empresário visa obter lucro em seu negócio, no universo dos negócios viabilidade tem o mesmo significado de viabilidade financeira - também chamada de viabilidade econômica -, na qual, se trata das perspectivas de retorno financeiro à partir do investimento realizado.

 

Aplicar um estudo de viabilidade antes de implantar um negócio é extremamente um recurso útil. Pois antes do empreendedor investir em um negócio é recomendado que invista em uma pesquisa de mercado, seja ela qualitativa e/ou quantitativa - em futura matéria, abordaremos o conceito de pesquisa de mercado - para que o resultado estatístico e empírico seja fundamental na segurança de que o investimento seja um sucesso e não ao contrário.

 

Por outro lado, empreender sem um estudo prévio de viabilidade financeira é o mesmo do que “dar um tiro no escuro”, colocando o negócio a possibilidade de não ser lucrativo como de imaginava, proporcionado a chance para que fracasse o negócio.

 

E não adiante projetar a viabilidade financeira de maneira superfinal, “imaginando” de que deva gerar tal resultado. Uma vez que as condições de mercado e a região geográfica na qual pretenda instalar e sua abrangência são bastantes adversas.

 

Em outras palavras, a viabilidade financeira mede o tempo de retorno, ou o tradicional payback - cálculo que permite saber em quanto tempo os lucros trazidos por um investimento cobrirão o custo do investimento - a partir do capital investido no negócio.

 

É importante ressaltar que o estudo de viabilidade financeira pode e deve ser aplicado também no lançamento de novos produtos e/ou serviços, não limitando-se apenas na instalação do empreendimento. Portanto, também é necessário para a expansão do negócio.

 

Estudo de viabilidade para franquia

No modelo de franquias, as variáveis rentabilidade e payback devem ser equacionadas entre a rede de franquia e o franqueado, permitindo a confiança da tomada ação de investimento. Portanto, o estudo de viabilidade financeira para franquia carece de uma análise conjunta, semelhante a sua “matriz” e suas “filiais”, permitindo a implementação de um cálculo estático sobre a viabilidade dos negócios.

 

Exemplo

Suponha que você queira investir em uma rede de franquia do segmento de brinquedos e entretenimento no bairro de Copacabana, Rio de Janeiro/RJ. Por se tratar de um segmento cuja a segmentação por faixa etária compreenda a crianças e adultos, a escolha do refiro bairro não é o melhor indicado. Uma vez que, segundo o Instituto Brasileiro de Geográfica e Estatística (IBGE) o bairro conta com 140 mil habitantes, dos quais cerca de 1/3 (cerca de 43000 habitantes é composta por idosos, com idade igual ou superior a 60 anos de idade. E como o público-alvo não atinge este contingente de faixa etária, do total de moradores, apenas 87000 corresponderá o seu público alvo.

 

BConnected │ O maior evento de redes de negócios e franquias da América LatinaPUBLICIDADE

 

Como calcular

Pode ser simples realizar cálculo aritmético exato. Mas quando se trata de projeções através de levantamentos de estudos, como já mencionamos a exemplo da pesquisa de mercado qualitativa e quantitativa, o cálculo não é tanto simples quanto se parece.

 

Segundo informações extraídas do portal do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), é preciso reunir alguns dados para analisar a viabilidade financeira e escolher as decisões corretas. Esses dados mudam conforme as particularidades de cada empresa, necessitando pequenas alterações para que a análise seja feita. Veja abaixo tópicos que precisam ser levados em consideração na maioria dos casos:

 

  • Análise de mercado;

 

  • Projeção de fluxo de caixa;

 

  • Análise de indicadores.

 

Vamos descrever cada um dos tópicos para melhor compreende-los:

 

  • Análise de mercado:

A análise de mercado visa orientar o empreender na definição de estratégias empresariais. Ela pode ser realiza por meio da coleta de dados primários, ou seja, diretamente com o público-alvo em entrevistas presenciais e questionários online. E também por meio de análises de dados secundários, ou seja, já existentes como pesquisas do IBGE ou de instituições setoriais. 

 

  • Projeção de fluxo de caixa:

O Fluxo de Caixa deve ser considerado como uma estrutura flexível, no qual o empresário deve inserir informações de entradas e saídas conforme as necessidades da empresa. Instrumento de gestão financeira que projeta para períodos futuros todas as entradas e as saídas de recursos financeiros da empresa, indicando como será o saldo de caixa para o período projetado. Está aí o que chamamos de Projeção de Fluxo de Caixa, ou seja, ele tem a mesma estruturação de um fluxo de caixa. Entretanto, ela é a estimativa das próximas saídas e entradas, embasada em informações passadas e expectativas para o cenário futuro

 

  • Análise de indicadores:

Para garantir a melhoria contínua do seu negócio e a excelência na cultura da empresa, as ferramentas de KPIs (da sigla key performance indicator e traduzindo para o português como indicador-chave de desempenho) são super importantes para auxiliar na melhoria contínua dos processos da empresa, identificando oportunidades para tornar seus processos diários mais eficientes de rendimentos do negócio.

 

Após você ter aprendido sobre o que é estudo de viabilidade e como fazer estudo de viabilidade para franquia, sempre a utilize quando for implementar ou expandir um negócio. A dica é contratar uma empresa especializada para realizar o estudo. Pois mesmo que o custo seja aquilo que você não havia imaginado - superficialmente - o custo não se compara ao montante do valor total na qual você pretenda investir no seu negócio.

 

Portanto, é viável sim a contratação de uma empresa para oferecer esta consultoria na qual é muito importante para o sucesso do seu negócio. E lembre-se daquele ditado: “o barato sai caro”!

 

Quer conhecer opções de investimento por faixa de investimento em redes de franquias? Acesse a nossa página Franquias por Faixa de Investimento.

  

CONHEÇA A FRANQUIA POR FAIXA DE INVESTIMENTO IDEAL PARA VOCÊ

 

Encontre a melhor franquia para você: franquias por segmentos e ramos

Confira mais artigos em: gurus do franchising

 

Fonte: Portal Sua Franquia - www.suafranquia.com

Encontre a melhor franquia para você