Organograma de franquia

Familiarizando com o mercado de franquias, o organograma tem o mesmo significado e prática em relação a quaisquer negócios e de todos os tamanhos.

Organograma de franquia

 

Organograma, já como a etimologia - o estudo gramatical da origem e história das palavras -, abarca em sua origem a soma das palavras organiza+ação+grama/grafos/grafia/escrita. Podemos traduzir aplicando em empresas de que nada mais é do que por em prática o plano de negócio original. - documentado/escrito ou não. Porém, como precisamente também foi hibridizado no passar dos anos, entende-se por meio de desenhos e textos, como o método de estruturação de equipes dentro de uma empresa em ordem das posições em hierarquia decrescente.

 

Pirâmide ilustrativa de representação do organograma padrão de uma empresa.Pirâmide ilustrativa de representação do organograma padrão de uma empresa.

 

Qual a importância do organograma nas empresas?

A estrutura organizacional operacional nas empresas, como também podemos dizer, define a modo como é alocado os seus colaboradores, também define as relações de comunicação e vendas e o poder e responsabilidades de cada departamento e setor, seguindo a sua hierarquia.

 

Em síntese, o organograma é a base para um negócio andar - o mesmo que ação. Não há como um negócio continuar atuando no mercado se a sua gestão interna não estiver organizada e planejada.

 

Qual a importância organograma para uma franquia?

Apesar de estar mais centralizada na administração de sua “matriz”, ou seja, na franqueadora, os a estrutura organizacional operacional nas franquias também se faz necessário. Independente se houve muitos, ou poucos, ou até mesmo operada por Microempreendedor Individual (MEI), organograma é útil na descrição funcional de operação.

 

Para as redes de franquias - franqueadora – a importância de se ter um organograma completo e colocado em prática para testá-lo é primordial para a saúde, tanto da franqueadora quanto das franquias, bem como para sua própria marca. Portanto, caso você seja o dono de uma rede de franquia, contrate uma consultoria especializada no mercado de franquias.

 

Uma franqueadora bem organizada tem a capacidade de colocar em prática e agir conforme o que é traçado pela tendência de consumo no segmento mercado atuante.

 

Além disso, deve constar no organograma da franqueadora as subdivisões regionais para aproximar os centros de comando e de logística, quando houver, de seus franqueados. Dessa forma, os colaboradores e franqueados recém chegados conseguirão conhecer e aceitar com facilidade os seus processos operacionais.

 

Como montar um organograma para a sua rede de franquias?

Caso a atendimento e a entrega do produto e/ou serviço ao cliente final seja presencial, o organograma terá que ser mais complexo quando comparado aos modelos de negócios totalmente online.

 

Se tratando de uma atuação no presencial, o organograma precisará ser estruturado a partir dos seguintes pontos:

 

  • Tamanho do negócio;

 

  • Cultura organizacional;

 

  • Capacidade de comunicação no suporte ao franqueado;

 

  • Capacidade de logística e transporte.

 

Complicado? Sim e não, vai depender do seu conhecimento sobre empreendedorismo. Novamente: caso você seja o dono de uma rede de franquia, contrate uma consultoria especializada no mercado de franquias.

 

CONHEÇA A FRANQUIA POR FAIXA DE INVESTIMENTO IDEAL PARA VOCÊ

 

Encontre a melhor franquia para você: franquias por segmentos e ramos

Confira mais artigos em: gurus do franchising

 

Fonte: Portal Sua Franquia - www.suafranquia.com

Encontre a melhor franquia para você