O setor de franquias deve apresentar um faturamento de R$200 bilhões em 2022

O setor de franquias deve apresentar um faturamento de R$200 bilhões em 2022

Abrir um próprio negócio representa um passo importante para a vida de um empreendedor, mas para isso é necessário ter um planejamento alinhado conforme as suas expectativas e as demandas do mercado. Contar com boas estratégias é ideal para identificar também os pontos de riscos que podem surgir durante essa jornada. E partir para um bom investimento que apresente segurança é muito indicado. Segundo dados da ABF (Associação Brasileira de Franchising), o setor de franchising cresceu cerca de 5% no quarto trimestre de 2021 e deve encerrar o ano de 2022 com um faturamento de mais de R$200 bilhões.  

 

Por se tratarem de modelos já testados, as franquias se destacam por se basearem em custo benefício, investimento com um retorno a curto prazo e operações padronizadas. Além disso, com as efemérides do fim do ano, as empresas de franchising devem aumentar o seu faturamento de 12%, ao considerar os períodos de grande expansão, como o já celebrado: Dia dos Pais, e os que estão por vir:  Black Friday e Natal, que vão realçar ainda mais o crescimento exponencial do franchising, devido ao aumento de consumo de serviços e produtos dos clientes do Brasil, segundo ainda a ABF.

 

Outra data que influenciará e muito nos negócios de franchising e do varejo é a Copa do Mundo. A celebração será um estímulo ao consumo, visto que 56% dos entrevistados afirmaram que vão comprar algum produto. E 72% têm a intenção de comprar na Black Friday. Datas como estas permitem que os negócios de franquias promovam ações e campanhas com foco nos eventos.

 

Campanhas bem elaboradas e com descontos especiais despertam o desejo do consumidor de realizarem as suas compras com mais frequência. Uma pesquisa da Globo divulgada na Plataforma Gente mapeou as tendências de consumo para a Black Friday. Para 62% dos consumidores, existe uma expectativa de melhora ainda neste segundo semestre do ano. Já 15% dos entrevistados acreditam que as melhorias aconteçam a partir de outubro de 2022, enquanto 22% esperam que isso aconteça no início de 2023. Com essa melhora, 26% pretendem investir na educação, com cursos e escolas.

 

Dito isso, é notável o crescimento exponencial de faturamento e de redes de franquias na área de educação. De acordo com o diagnóstico setorial de redes de educação da ABF, o setor possui 259 número de redes, mais de 15 mil unidades, com um faturamento de 83% em representação. Os setores que mais se destacam são de idiomas, com 36%; e logo, o profissionalizante, com 32%. Ademais, a quantidade média de alunos por unidade compreendem 200 em 62,5% das redes de educação.

 

A educação é a base para a mudança transformacional do cenário contemporâneo e do futuro! Para quem pretende investir em um negócio que lhe trará estabilidade financeira, o segmento de franchising é ideal. E se ainda preferir trabalhar com propósito, o nicho de educação te permite ampliar conhecimentos e transformar vidas através de ensino de qualidade.

 

Por: Rogério Silva - CEO do CEBRAC (Centro Brasileiro de Cursos).

 

grupo do whatsapp sua franquia

 

CONHEÇA A FRANQUIA POR FAIXA DE INVESTIMENTO IDEAL PARA VOCÊ

 

Encontre a melhor franquia para você: franquias por segmentos e ramos

Confira mais artigos em: gurus do franchising

 

 

Encontre a melhor franquia para você