Exportação de calçados da Bibi abre portas para plano de internacionalização que visa 100 lojas até 2030

Operações no exterior representam 10% do faturamento da rede de lojas do Grupo Bibi

Exportação de calçados da Bibi abre portas para plano de internacionalização que visa 100 lojas até 2030

Fundada em 1949, a Bibi ingressou no Franchising em 2007 e hoje conta com um modelo de negócio com investimento a partir de R$ 580 mil, para ser implantado em shopping centers de capitais, grandes metrópoles e cidades menores. Ampliando sua atuação no mercado global, a pioneira em calçados infantis no Brasil iniciou as exportações nos anos 70, com a fabricação e comercialização de produtos private label para o exterior. Já nos anos 90, a rede deu os primeiros passos para a segunda fase de internacionalização, começando a levar a Bibi aos mercados internacionais, com design e marca própria. Hoje, seguindo as diretrizes do propósito que visa levar o bem, um passinho por vez, a rede produz anualmente mais de 2 milhões de pares de calçados, que são vendidos nas mais de 150 lojas da marca no Brasil e no exterior, no canal de e-commerce, em 3 mil multimarcas brasileiras e em mais de 70 países, via exportação.

 

Para investir na presença da rede infantil no exterior, a escolha dos mercados-alvo se deu por meio de estudos regionais, para que fosse possível entender os pontos fortes e oportunidades da Bibi, analisando dados de consumo e barreiras tarifárias, além do reconhecimento da marca e produtos pelos consumidores e varejo local. Além de investir na exportação de calçados para os cinco continentes via multimarcas, após alguns anos a Bibi iniciou a internacionalização por franquias para países da América Latina, fator este que contribui para que a produção nacional de calçados para exportação não sofra grandes alterações. Essa análise da estratégia a ser adotada acabou sendo um diferencial da marca, e se tornou o fator decisivo tanto para a expansão da rede no exterior quanto para a decisão dos países que são estratégicos.

 

“Vemos a expansão do varejo no mercado internacional como uma evolução natural ao nosso processo de internacionalização. Hoje, tendo a marca já consolidada em diversos mercados, exportando para mais de 70 países, buscamos a expansão da nossa rede de lojas também no exterior, iniciando com a implantação de franquias em países da América Latina para, em seguida, ingressar em outros mercados por meio dos nossos modelos de negócios. Atualmente, somamos 18 lojas internacionais, sendo nove no Peru, seis no Equador, uma na Guatemala e uma no Chile, além do canal de e-commerce chileno. Atualmente, as franquias no exterior representam cerca de 10% do faturamento da rede de lojas”, revela Mateus Giaretta, gerente de exportação da Calçados Bibi.

 

Para ter sucesso na internacionalização de franquias, uma das estratégias da Bibi visa a escolha de parceiros comerciais de longa data, que já atuam via exportação de calçados nos países em que a marca quer abrir lojas físicas. Dessa forma, todos os franqueados são da nacionalidade do país onde a empresa está aportando, sendo que em alguns casos estão há mais de 20 anos atuando com a rede infantil por meio das exportações e possuem forte identificação e aderência à cultura da Bibi. Ou seja, iniciaram sendo distribuidores da marca em seus países e hoje estão investindo nos modelos de negócios como franqueados.

 

“Atualmente, incentivamos os parceiros que já trabalham com a marca nos países mapeados para a internacionalização, porém analisamos todo e qualquer empreendedor ou investidor, sendo brasileiro ou não, que tenha as devidas competências e capacidades financeiras para a implementação do projeto e desenvolvimento da marca no exterior. Ressaltamos que a operação no exterior difere e muito de uma operação em solo nacional, por exemplo, visto que há todo o processo de logística internacional e a importação dos produtos da Bibi que são de responsabilidade do franqueado, com todo apoio e respaldo da equipe de exportação da Bibi”, explica Giaretta.

 

O plano de expansão da Bibi tem o objetivo de alcançar 100 lojas internacionais até 2030, focando na América Latina e Portugal, que será o primeiro país da Europa a receber uma franquia da marca. O país português está na estratégia da empresa, pois foram identificadas similaridades culturais com o Brasil, há um histórico de presença da rede no local, além de ter como vantagem a facilidade de operar devido a não existir barreiras linguísticas. Outro foco da marca, a médio e longo prazo, são países da América do Norte, como Canadá e os Estados Unidos, sendo este um grande irradiador de moda e branding para a os países latino-americanos como um todo.

 

“Vislumbramos as necessidades de expansão não apenas do varejo físico, mas também digital. Sendo assim, também prevemos expandir o licenciamento do nosso e-commerce internacional, trazendo o novo varejo para os mercados onde estamos atuando com as lojas Bibi e integrando o canal físico e digital, para poder oferecer as mesmas experiências aos consumidores e ferramentas que temos disponíveis na nossa rede com mais de 130 operações no Brasil. Já demos andamento a esta questão lançando em meio a pandemia o primeiro e-commerce no Chile. Neste ano, está prevista a inauguração de mais uma unidade, a segunda na Guatemala”, ressalta a presidente da Calçados Bibi, Andrea Kohlrausch.

 

Promover o desenvolvimento natural e saudável para o público de 0 a 9 anos é uma das premissas básicas da Calçados Bibi. Por isso, todos os calçados são produzidos com materiais não tóxicos, pensados para cada fase do desenvolvimento infantil, contribuindo para que os pequenos cresçam de forma saudável, um passinho por vez. Além disso, a rede infantil faz questão de enfatizar na comunicação internacional que se trata de um produto “made in Brazil”, artifício utilizado nas franquias como argumento de venda, visto que o calçado brasileiro tem grande notoriedade nos países onde a marca está presente.

 

Sobre a Calçados Bibi



Promover o desenvolvimento natural e saudável para o público de 0 a 9 anos é uma das premissas básicas da Calçados Bibi. A marca é pioneira e líder em desenvolver produtos a partir de pesquisas e estudos científicos. Conquistou reconhecimento do setor a partir do desenvolvimento dos calçados atóxicos, fisiológicos e da tecnologia da exclusiva palmilha Fisioflex Bibi, que proporciona a sensação de andar descalço. Com o propósito de fazer o bem para gerar boas lembranças, a Bibi, fundada em 1949 e referência no mercado de calçados infantis, visa o incentivo às práticas sustentáveis, o estímulo ao desenvolvimento saudável das gerações futuras, e o cumprimento das suas responsabilidades sociais para a construção de um mundo melhor. Com fábricas em Parobé (RS) e em Cruz das Almas (BA), produz mais de 2 milhões de pares ao ano. Presente em mais de 70 países nos cinco continentes, no Brasil está em 3 mil pontos de venda multimarcas, além do e-commerce e de uma rede de franquias com mais de 150 lojas. A empresa é a primeira calçadista certificada pelo Selo Diamante de Sustentabilidade, que atesta o compromisso com as iniciativas nos processos industriais, bem como o desenvolvimento de ações em sintonia com os pilares estabelecidos pelo programa de Origem Sustentável: Ambiental, Econômico e Social.

 

grupo do whatsapp sua franquia

 

CONHEÇA A FRANQUIA POR FAIXA DE INVESTIMENTO IDEAL PARA VOCÊ

 

Encontre a melhor franquia para você: franquias por segmentos e ramos

Confira mais artigos em: gurus do franchising

 

Encontre a melhor franquia para você