Preciso ser educador ou ter experiência na área para abrir uma franquia escolar?

Profissional da Rede Sphere International School responde essa dúvida e dá dicas para quem busca investir neste setor

O setor de educação é um dos mais antigos com ofertas de franquias no Brasil. Segundo dados da ABF - Associação Brasileira de Franchising, existem redes de escolas no mercado há mais de 50 anos. Inicialmente, elas ofereciam ensino livre e posteriormente, com a chegada do Grupo SEB, educação básica, seguindo tendências e graças a demanda por esse tipo de serviço. E mesmo assim, ainda são muitas as dúvidas por parte de investidores e empresários que buscam empreender neste segmento.

Talvez o principal ou maior mito sobre o assunto é de que para se ter a franquia de uma escola é preciso ter conhecimento vasto na área educacional, ter sido professor, pedagogo ou profissional que já tenha trabalhado em escolas.

Ana Paula Seixas, diretora da Rede Sphere International School , explica que isso é um pensamento comum entre as pessoas, mas que não é verdade. "Qualquer pessoa, de qualquer área profissional pode se tornar um incentivador da educação. Atualmente, as franquias oferecem suporte total para o franqueado, com assessoria completa que vai da implantação à operação da unidade, não exigindo experiência alguma. O importante é ter alguma afinidade com a área, vontade de aprender e acreditar que a educação é muito mais que um negócio, e sim um legado", explica.

E são vários os exemplos de empreendedores sem qualquer experiência em educação, que viram na área uma nova oportunidade de trabalho e investimento. Um desses casos é o do empresário Paulo Henrique Acedo, multifranqueado e proprietário de várias empresas, e que posteriormente partiu para outros negócios como alimentação, tecnologia, desenvolvimento de máquinas e dispositivos, eventos e construção.

Ao procurar escolas para o filho de um ano de idade, Acedo se encantou pelo modelo de ensino da Sphere International School e resolveu se tornar franqueador. Encontrou no negócio, rentabilidade, segurança e qualidade. A franquia adquirida pelo empreendedor na capital paulista está em processo de implantação.

Outra investidora que não tinha experiência na área de franquias de educação básica e quis empreender em uma escola internacional foi Eloá Gazola. Mesmo sem experiência em educação infantil, a rapidez e o cuidado prestados durante o processo de aquisição da franquia prestado pela Sphere foram decisivos para que ela tivesse certeza e segurança para apostar em um mercado totalmente novo.

Para quem está pensando em diversificar seus investimentos ou entrar para o segmento de franquias na área de educação, Ana Paula Seixas responde às principais dúvidas dos interessados que procuram a Rede Sphere International School:

1- Por que investir na franquia de uma escola internacional?

Dados da consultoria LEK mostram que o mercado de educação tem crescido em todo o mundo, mesmo durante crises econômicas. Isso se deve principalmente pelo aumento da classe média, não só lá fora, mas também no Brasil e pela busca por um ensino que priorize a língua inglesa e o ser global. Além disso, investir em educação internacional é priorizar uma aprendizagem holística, que enfatiza não apenas as hard skills, mas também as soft skills, tão necessárias e valorizadas no mundo atual.

Soma-se a isso a falta de escolas internacionais em cidades médias e em regiões longe dos grandes centros. Um exemplo disso, é a região Norte do nosso país, que até hoje ainda não possui nenhuma escola internacional apesar de ter núcleos socioeconômicos que demandam esse tipo de ensino.

 

2- Por que as franquias de educação estão tão em alta hoje em dia no Brasil?

Sem dúvida, fatores como a previsibilidade de receita recorrente, margem de lucro atrativa, baixa inadimplência e o tempo de permanência dos alunos mais alta em comparação com o ensino superior faz com que esse setor seja extremamente vantajoso e brilhe os olhos de quem busca uma franquia. Além disso, a educação é um negócio que cresce ano a ano, pois existe uma alta demanda e principalmente um propósito por parte desses investidores, de deixar um legado para as futuras gerações.

3- Quais as principais dificuldades e as vantagens para quem opta hoje em investir em educação?

Acredito que a maior dificuldade ainda é pela crença de se achar que é preciso ter experiência em negócios ou ter vivência na área educacional, o que não é verdade. São inúmeros os exemplos e relatos de pessoas sem contato algum com o setor e que se encantaram posteriormente.

A vantagem é que essas redes de franquias possuem equipes especializadas que prestam o suporte completo e necessário para os investidores em todas as etapas da implantação e operação de uma unidade. Desde pesquisas de mercado, negociação de ponto até a comunicação.

O que é preciso levar bastante em consideração quando for escolher a rede para se investir é se existem resultados comprovados, ou seja, escolas que já possuem o ciclo completo para que se comprove a qualidade do ensino, isso reflete muito no know-how que a rede tem a oferecer. Outra questão é a escolha pedagógica, existem diversas linhas a serem seguidas, e o investidor precisa estar alinhado com esses valores e ter visão de tendências educacionais.

 

Sobre a Sphere International School

É uma rede de escolas inovadoras, bilíngues e internacionais concebida a partir das referências da educação e cultura brasileira. Parte do Grupo SEB, um dos maiores grupos educacionais do país, a rede conta com a experiência de 15 anos da escola referência e a expansão pelo modelo de franquia iniciou em 2019.

 

 

CONHEÇA A FRANQUIA IDEAL PARA VOCÊ

  

Encontre a melhor franquia para você: Franquias por segmentos e ramos
Confira mais artigos em: Gurus do Franchising

Encontre a melhor franquia para você