Na contramão do mercado, Domino’s Pizza fecha 2021 com duplo dígito de crescimento

Para 2022, ‘com fome', a rede vai engordar sua fatia de mercado. Companhia deve inaugurar 35 novas unidades e investir R$10 milhões em tecnologia

Na contramão do mercado, Domino’s Pizza fecha 2021 com duplo dígito de crescimento


Rede de varejo alimentar que mais cresceu na pandemia, a Domino’s Pizza está animada para 2022. A companhia prevê crescimento acima de 20%, com previsão de inaugurar pelo menos 35 novas lojas. A ordem do dia é eficiência, que terá como ingrediente um investimento de R$ 10 milhões em tecnologia. Este cenário positivo, em meio ao ambiente desafiador para todos os negócios, vem sendo construído há dois anos. A maior rede de pizzarias do mundo aprimorou diversas frentes, do delivery à operação de loja e franquias, passando pela reformulação dos escritórios e modelos de trabalho.

 

"Nos últimos dois anos, nos organizamos em verticais e aplicamos a mentalidade de startup em cada uma das nossas áreas - distribuidora, expansão, e-commerce e operação de loja --, o que nos ajudou a acelerar o processo de crescimento de toda a companhia, buscando maior eficiência em cada etapa, aprimorando nossos processos a partir da tecnologia", explica o CEO da Domino’s Brasil, Fernando Soares.

 

A rede é um case para o mercado de food service, com modelo de gestão que garantiu um salto no número de lojas e uma operação de delivery afiada, além da inauguração de sua segunda fábrica de massas de pizza no país, em Fortaleza, para atender às lojas do Nordeste. A região, aliás, é um dos alvos da marca para expandir o market share - em 2021, só a capital cearense, por exemplo, ganhou 6 novas lojas em apenas um mês. Já a loja de Petrolina, em Pernambuco, por exemplo, registrou um dos melhores faturamentos da marca no país. Atualmente, a Domino’s tem 327 lojas, sendo 217 franquias e 110 lojas próprias.

 

Os números mostram que a companhia está no caminho certo. Em 2021, houve crescimento acima de 12% e as vendas da Domino’s no Brasil alcançaram o mesmo patamar de 2019, período pré-pandemia - enquanto isso, o mercado de fast food/food service ainda enfrenta dificuldades para alcançar os mesmos resultados.

 

"Somos procurados até por redes interessadas em entender e aplicar os nossos processos de gestão, que se provaram muito eficientes, tanto para franquias quanto para lojas próprias. Esse aprendizado nos permite perseguir o plano de expansão protegendo o caixa para investir nesse crescimento", comenta Fernando. “Antes o fator ‘wow’ estava em receber uma pizza quentinha em casa. Isso virou quase uma commodity do setor. Nosso foco é atender o consumidor em diferentes canais, gerando novas ocasiões de consumo”, afirma o CEO da Domino’s.

 

Fernando Soares, CEO da Domino's Pizza Brasil

 

Controle na operação e proximidade dos clientes

Ano passado, os canais digitais tiveram uma representação de 65% e em 2022 esse número deve ultrapassar 72%. Como uma empresa de tecnologia que vende pizzas, a Domino’s digitalizou todo o processo de pedidos e passou a oferecer aos clientes opções de canais digitais como Whatsapp e assistente de voz, além de site e aplicativo próprio.

 

Atualmente o tempo de entrega é de cerca de 26 minutos, o mais baixo do mercado. Isso se deve ao controle da marca em toda a jornada de consumo e processo, desde a abertura artesanal de massas frescas ao last mile, com entregadores próprios, chamados de especialistas, o que garante melhor resultado e inspira o mercado a seguir da mesma forma, já que a operação da Domino’s é desenhada para delivery.

 

Especialista em varejo alimentar e hábitos de consumo, a Domino’s criou uma área dedicada ao relacionamento com clientes. Imersa em sua robusta base de dados, a rede consegue entender a acompanhar toda a jornada de consumo dos amantes de Domino’s. Isso garante promoções personalizadas inclusive pelos canais digitais.

  

CONHEÇA A FRANQUIA IDEAL PARA VOCÊ

 

 

Encontre a melhor franquia para você