Escola do Mecânico amplia negócio e lança a primeira rede focada em funilaria

Franquia

Janeiro, 2022, a inauguração da Escola do Funileiro, em Santana, na zona norte da capital paulista. O projeto, que faz parte do plano de expansão da edtech de impacto social Escola do Mecânico para 2022, será no modelo autossustentável de rede própria. Com a pandemia e crise econômica, o mercado de funilaria cresceu e abriu oportunidades para quem viu a chance de abrir o próprio negócio ou se atualizar na área.

“Atuamos especialmente com formação continuada e, pra isso, temos diversos especialistas do mercado que oferecem aos alunos o que de mais moderno está se aplicando no momento nessa área, além de compartilhar conhecimento teórico e experiência das práticas cotidianas”, explica a fundadora e CEO da Escola do Mecânico, Sandra Nalli.

Em um novo laboratório mais moderno e robusto, a escola oferece treinamentos e consultoria nos segmentos técnicos automotivo e de regulação de sinistros de automóveis, bem como serviço de reparação em funilaria. A programação dos cursos tem como público-alvo central profissionais que queiram ingressar no segmento de reparação automotiva, regulação de sinistros, gestão de oficinas, estética automotiva e profissionais e empresas que buscam por constante especialização.

Ente os cursos oferecidos estão inspetor de sinistro, martelinho de ouro, estética automotiva, reparo rápido, colometria e preparação de pintura, 100% online à distância e semipresencial.

 

 

Quem faz acontecer

Fundada em 2011 por uma mulher, Sandra Nalli, a edtech já formou mais de 38 mil alunos nas linhas leve, pesada, motocicleta e empilhadeira e já empregou mais de 4 mil alunos neste tempo. Nos últimos 2 anos, mais de 500 alunos foram empregados via o app “Emprega Mecânico”. Só em 2021, o número de vagas de emprego no app cresceu 56%. Hoje são mais de 230 vagas mensais cadastradas em nossa plataforma.

Com sede em Campinas, interior de SP, conta com10 escolas próprias e 26 franquias espalhadas em nove Estados brasileiros (São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Pernambuco, Bahia, Goiás, Minas Gerais e Paraná).

Mercado

Com a pandemia, a demanda por técnicos em mecânica veicular cresceu muito. Só em setembro foram 14.877 vagas abertas em oficinas mecânicas, segundo o CAGED - Cadastro Geral de Empregados e Desempregados. Cerca de 90% das vagas são para o setor de reparação automotiva, como oficinas, centros automotivos, concessionárias de carros e caminhões, seguradoras, funilarias, lojas de instalação de acessórios automotivos e lojas de vendas de peças. A previsão é um aumento de até 19% na busca por mecânicos em 2023.

 

 

 

CONHEÇA A FRANQUIA IDEAL PARA VOCÊ

  

Encontre a melhor franquia para você