Meu Amigo Pet transforma pet shop de bairro em franquia

O mercado de pet shops no Brasil fatura mais de 16 bilhões de reais, segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet). Ainda controlado por poucas grandes redes, algumas franquias começam a surgir. É o cada da Meu Amigo Pet.

Criada como um e-commerce, a empresa migrou para lojas físicas e tem hoje 12 lojas, sendo quatro próprias. O plano de expansão inclui chegar a 30 unidades até o final do ano e 100 lojas até 2017.
 
Pelo segundo ano, a rede participou da ABF Franchising Expo 2014, em São Paulo. "No ano passado, tínhamos uma franquia quando participamos. Hoje, já temos 19 contratos assinados", conta Milton Lyra, presidente do ML Group, do qual a rede faz parte.
 
Segundo Daniel Nepomuceno, CEO do Meu Amigo Pet, um dos principais alvos da franquia são as pet shops de bairros. "A gente espera fazer algumas conversões no futuro", afirma. As megalojas, com até 400 metros quadrados, são preferencialmente próprias. O capital inicial para uma franquia varia de 200 mil a 260 mil reais, com lucro de até 20% e retorno previsto em até 36 meses.
 
Entre as promessas de crescimento da rede está a chegada ao mercado nordestino, com a primeira franquia aberta em Salvador. "A gente precisou estudar como seria a estrutura e a logística antes", diz Nepomuceno. São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Brasília também fazem parte dos planos de novas unidades.
 
Fonte: Exame.com
 
Saiba sobre o segmento: Franquias de Negócios e Serviços
 
 
 

Encontre a melhor franquia para você

-->