Como a tecnologia está definindo o futuro do varejo?

Por Marcos Guerra

O varejo possui um papel vital para a economia do Brasil – responsável pela geração do maior número de empregos formais no país e, ainda, por impactar cerca de 47% do PIB nacional. Mesmo diante da devastadora crise gerada pela pandemia, o setor foi um dos poucos que se sobressaiu e apresentou um enorme crescimento em meio às janelas de oportunidade possibilitadas graças à tecnologia.

 

Com a necessidade de isolamento social e dos comércios fecharem suas portas, a única opção para que pudessem continuar atendendo a demanda de seus clientes foi se redescobrir em meio ao mundo digital. Por mais que muitos não estivessem preparados e, muito menos soubessem as melhores estratégias a serem tomadas, a pandemia exigiu uma mudança drástica e imediata. Até o momento, os resultados acabaram sendo mais positivos do que muitos esperavam.

 

Segundo um estudo feito pela McKinsey, esse cenário global impulsionou, em apenas 90 dias, mudanças no comércio eletrônico e no comportamento que deveriam acontecer ao longo dos próximos 10 anos. Como resultado, dados divulgados pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) em parceria com a Neotrust, mostraram um crescimento de 68% nas vendas de 2020 quando comparado com 2019. Dentro desse número, somente o e-commerce elevou o faturamento do setor de 5% para 10% em poucos meses.

 

Por mais que essa inserção tecnológica não tenha sido uma escolha, mas uma necessidade de adaptação, não podemos negar que acabou agregando muito para o crescimento do setor. Com as vendas online, os varejistas conseguem ter uma maior abrangência de suas vendas sem as implicações de uma loja física – sem falar na redução significativa de gastos com o espaço.

 

Em um mercado cada vez mais tecnológico, a tendência é que a preferência por serviços online tenda a aumentar, e as empresas não podem fugir desse cenário. As compras online agora dominam o panorama do comércio e, independente do porte da empresa, é preciso se adaptar, entender as necessidades dos clientes, onde se encontram e, principalmente investir em soluções tecnológicas eficientes que os atendam da melhor forma possível.

 

Em 2021, as vendas online tendem a continuar em crescimento. Um estudo feito pela E-bit|Nielsen, empresa de mensuração e análise de dados, demonstra que em 2021 as vendas online tendem a continuar em expansão. A previsão é de que o e-commerce deva crescer 26%, atingindo um faturamento de R$110 bilhões.

 

Agora, é importante relembrar que muito além de investir na digitalização e inserção do mercado, o varejo também deve se preocupar em oferecer a melhor experiência de compra possível. Afinal, a competitividade do mercado aumentou, e conquistar a fidelidade dos clientes pode se tornar mais difícil com um maior leque de opções.

 

É preciso encontrar novas e mais versáteis estratégias para alcançar e conquistar os clientes. Simples ações como uma entrega barata e eficiente no dia seguinte à compra, programas de fidelidade e até mesmo provadores virtuais onde você pode experimentar roupas em casa, podem fazer toda a diferença.

 

Manter um relacionamento próximo e personalizado com os clientes é o grande segredo para o sucesso do setor varejista nesse mercado tecnológico. As perspectivas são muito positivas se lembrarem de garantir a melhor experiência do cliente, além do foco em seus lucros.

 

Marcos Guerra é Superintendente do Comercial e Marketing na Pontaltech, empresa de tecnologia especializada em comunicação omnichannel.

 

 

Sobre a Pontaltech:

https://www.pontaltech.com.br/

Fundada em 2011, a Pontaltech é uma empresa de tecnologia especializada em comunicação omnichannel que ajuda empresas a automatizar e escalar seus atendimentos com um portfólio composto por diversos canais digitais e de voz. Com soluções integradas de SMS, e-mail, chatbot, RCS, agente virtuais, entre outros, simplifica a comunicação das empresas com seus clientes de forma inteligente e eficiente, sem nunca perder a proximidade humana.

Encontre a melhor franquia para você: Franquias por segmentos e ramos
Confira mais artigos em: Gurus do Franchising

Encontre a melhor franquia para você