Rede de franquia ajuda quem quer empreender e não tem experiência

Cinthia Gomes, 44, é fonoaudióloga e, mesmo sem muito conhecimento no mercado de franquias, se sentiu segura para investir com o Buddha Spa: hoje ela tem quatro unidades da marca no Rio de Janeiro

 

Cinthia Gomes, 44, é fonoaudióloga e, mesmo sem muito conhecimento no mercado de franquias, se sentiu segura para investir com o Buddha Spa. Hoje ela tem quatro unidades da marca no Rio de Janeiro!

 

São Paulo, julho de 2020 - Foi em 2012 que Cinthia Gomes, 44 anos, decidiu abrir o seu próprio negócio. Mas havia um impasse: ela sentia que não tinha know-how suficiente para administrá-lo sozinha. Foi a partir daí que Cinthia foi atrás de redes de franquias que pudessem ajudá-la.

 

Ao optar por empreender com uma franquia, o empreendedor ganha todo o conhecimento e experiência da franqueadora, que já testou o modelo da operação, passou pelas dificuldades iniciais do negócio e tem formatadas as soluções para esses desafios. Não à toa, a taxa de mortalidade das franquias é menor do que a de negócios abertos por conta própria, sem uma rede por trás.

 

Segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), apenas cinco em cada cem franquias abertas fecham até o segundo ano de operação. O número representa uma taxa de mortalidade em torno de 5% em 24 meses. De acordo com um estudo do Sebrae elaborado em 2016, entre as empresas que não são franquias, o índice de mortalidade é de 23% - isso significa que a cada cem empresas abertas, 23 fecham até o segundo ano de funcionamento.

 

Cinthia sabia disso e por isso buscou uma rede de franquia que pudesse apoiá-la em sua decisão de empreender. No ano em que começou sua busca, Cinthia conheceu o Buddha Spa, que implementava então suas primeiras unidades no Rio de Janeiro. Ela acabou se tornando uma das precursoras da rede na cidade.

 

"Ter uma franquia é diferente de abrir o seu próprio negócio. Depois de estudar muito, vi que a rede Buddha Spa me daria todo o suporte necessário, o que fez toda a diferença para mim", afirma Cinthia.

 

Quando a franqueada decidiu inaugurar suas quatro primeiras unidades do Buddha Spa, escolheu locais que já tinham uma infraestrutura de spa. Assim, a necessidade de reforma do ponto foi menor. Cinthia precisou implementar a identidade visual da rede e, claro, o modelo de atendimento da marca.

 

Após alguns anos com esses pontos, a franqueada se viu em um momento de inovação. Ela queria investir em um novo formato de negócio e com isso apareceu a oportunidade dos modelos de franquia express do Buddha Spa, que são quiosques de quick massage. O foco dela, naquela época, eram os aeroportos do Rio de Janeiro "São locais de grande visibilidade e circulação. Muitas pessoas passam por lá e com isso eu queria conquistar esse público", afirma Cinthia.

 

Assim, a franqueada decidiu adquirir o seu primeiro quiosque em 2015, no aeroporto Santos Dumont. Esse novo modelo de negócio, ao contrário dos anteriores, exigiu um grande esforço na implementação, visto que desta vez ela teria que começar do zero, sem nenhuma estrutura já "pré-pronta".

 

Com um total de cinco unidades Buddha Spa ativas e a alta demanda do quiosque, Cinthia decidir ficar com apenas três unidades e concentrar seus esforços nesses pontos. Isso até 2017, pois em 2018 ela abriu o seu segundo quiosque, dessa vez no aeroporto do Galeão, também no Rio de Janeiro.

 

Hoje, Cinthia tem quatro unidades em operação, as duas dos aeroportos e outras duas também na cidade do Rio de Janeiro, em Shopping Cittá América e Shopping Riosul, ambas estão localizadas dentro da academia Bodytech do local. Além disso, durante esses oito anos de trajetória com a rede Buddha Spa, ela colocou a marca em grandes eventos, como os principais camarotes da Sapucaí e ao redor de diversos palcos e backstage do Rock in Rio.

  

Encontre a melhor franquia para você: Franquias por segmentos e ramos
Confira mais artigos em: Gurus do Franchising

Encontre a melhor franquia para você