Conheça franquias voltadas para as classes C e D

Antes de adquirir uma unidade franqueada de uma rede de franquia, é importante conhecer bem seu público e checar se ele está presente na região que se planeja a implantação

Cada modelo de negócio tem seu público alvo e esse aspecto é importante que seja levado em consideração no momento de escolha da marca e local de implantação. A JP Odonto, por exemplo, é uma rede odontológica voltada para as classes C e D, que acaba de inaugurar a primeira unidade franqueada em São Paulo/SP, após operar quatro unidades no Grande ABC Paulista.

Para abertura da clínica, localizada no bairro a Lapa, as franqueadas Elena e Marcela Tappiz escolheram a região por apresentar o público foco da franquia. Na unidade as empresárias investiram R$ 240 mil no modelo com três consultórios para atendimento, chamado pela franquia de FIT, porém, o local tem possibilidade de expandir para sete consultórios, alçançando o modelo de franquia da marca conhecido por Infinity. "Queremos levar aos paulistanos a experiência JP de atendimento e provar que todos podem ter acesso a um tratamento bucal de qualidade e com ótimo custo-benefício", explica Márcio Fernando Panhota, um dos franqueadores JP Odonto.

A OdontoCompany, também do ramo odontológico, possui o mesmo público alvo, mais popular. “Temos desejo de levar acesso a tratamentos odontológicos de qualidade para um público de todo o Brasil que até então não tinha essa possibilidade. Ao mesmo tempo, percebi que o modelo de negócio que eu havia desenvolvido na minha clínica era sustentável e de alta confiabilidade, e que poderia ser reproduzido por meio de franquias, gerando oportunidade de negócios para muitas pessoas”, diz o cirurgião-dentista Paulo Zahr, fundador da rede, que nasceu em 1990, em São José do Rio Preto, interior de São Paulo.

Entre os diferencias da OdontoCompany está uma série de estratégias e técnicas de gestão para que toda operação seja administrada de perto. “Os franqueados têm à disposição uma equipe de pré-inauguração que, nos 21 dias que antecedem a abertura da clínica, faz o trabalho de prospecção e de divulgação da franquia”, comenta. O modelo de negócios da rede requer investimento a partir de R$ 111.890.

Ramo de educação 

A SuperGeeks tem como missão difundir e democratizar ainda mais o aprendizado no país, fazendo com que todos tenham acesso ao conhecimento em Ciência da Computação. E, dessa forma, tem atuação focada inclusive em público C e D. A expectativa da empresa é iniciar o próximo ano com, pelo menos, 20 unidades do seu modelo de negócios chamado MasterGeeks, que possui valor de investimento e custo operacional mais enxuto. “Por ser uma franquia com um custo menor devido à sua proposta, conseguiremos atingir uma grande parcela de investidores, principalmente aqueles interessados em uma franquia da SuperGeeks, mas que não possuem todo o capital disponível para investir”, declara Marco Giroto, fundador das marcas SuperGeeks e MasterGeeks.

A motivação de criar a MasterGeeks veio a partir da procura de alunos pelos cursos da SuperGeeks, mas que, por questões econômicas e muitas vezes de deslocamento – já que muitos deles vivem em bairros mais afastados , acabavam desistindo e não se matriculando. “Mesmo a educação sendo prioridade para boa parte das famílias, nem todas elas conseguem se deslocar e arcar com o investimento. Assim, identificamos a necessidade de começar a atuar em todos os bairros e darmos a oportunidade para que todas as crianças e adolescentes consigam ter este tipo de ensino que é importantíssimo para o futuro delas, e o melhor: com a mesma qualidade, uma vez que todo o sistema de ensino tem como base o próprio sistema da SuperGeeks”, explica Marco Giroto. O valor do novo modelo de negócios da franquia MasterGeeks vai de R$ 24 mil a R$ 120 mil.

Confira algumas oportunidades: Franquias por Segmentos e Ramos

Saiba mais: Como abrir uma franquia 

Fonte: Sua Franquia - www.suafranquia.com

Encontre a melhor franquia para você