Empresários dão dicas para quem quer investir em negócio próprio

Todo ano é a mesma coisa. Quando janeiro chega, começamos a fazer um balanço geral do ano que passou: reavaliamos erros e acertos e nos questionamos a respeito de novos caminhos a serem seguidos em relação à nossa própria saúde e à qualidade de vida. De qualquer forma, a mudança no calendário, para grande parte das culturas e religiões significa um recomeço; o encerramento de um ciclo e o início de outro.

E nessa mistura de reavaliações, muitos resolvem mudar de vida. Há quem busque tomar uma atitude e mudar de emprego, outros buscam dar um passo ainda maior e de empregado passam a ser dono do próprio negócio.

Em números, três a cada quatro brasileiros querem ter o próprio negócio. De acordo com a pesquisa divulgada pela Endeavor, a quantidade de empreendedores no Brasil cresceu 44% nos últimos 10 anos. Atualmente a maior parte da população é empreendedora ou pretende ser; 72% da população não são empreendedoras, sendo que 33% tem vontade de ser, enquanto 28% dos brasileiros já são. 

A busca pela qualidade de vida e a insatisfação com o rumo da carreira atual são as principais engrenagens de ânimo para sair da rotina e pisar em terras até então desconhecidas. Quem afirma o conceito é o empresário Marcos Mendes, diretor da rede de franquias Acquazero. “Vários franqueados dizem que investiram na rede para conquistar independência financeira. E isso é realidade. Nós oferecemos todo apoio e suporte, esses pilares em junção a força de vontade e trabalho, resulta no objetivo almejado por eles”, disse Marcos Mendes, diretor daAcquazero.

Mas grande parte de quem quer investir tem medo de perder dinheiro, fracassar e ter que recomeçar tudo do zero. Receio até justificável quando descobrimos que aproximadamente 30% das micro e pequenas empresas fecham as portas logo no primeiro ano. Entre as razões para o insucesso estão; a economia, que muitas vezes não está favorável e a falta de planejamento.

Mas diante desse cenário, sabemos que não podemos paralisar no medo e deixar a vida passar e com elas as oportunidades. Para isso, separamos algumas dicas de quem superou todas as dificuldades, medos e receios, e fez seu negócio acontecer. Marcos é exemplo disso.

Ele é diretor executivo da rede de franquias, Acquazero. A empresa atua no ramo de estética automotiva e renovou na área com o lançamento da lavagem ecológica, ou seja, eles utilizam apenas 300 ml de água para a lavagem completa de um veículo (a lavagem comum é utilizada 300 litros).

Referência em limpeza e estética automotiva, a AcquaZero está no mercado desde 2009 e já soma quase 100 unidades espalhadas por todo Brasil, só no ano passado a rede obteve um aumento de 50% nas vendas de franquia. O diretor da rede Marcos Mendes, enumera os fatores de crescimento da marca “Baixo investimento, alta rentabilidade, serviço inovador e com excelente apelo ecológico”, e conta que o objetivo é atingir todos os estados brasileiros.

Com vasto conhecimento na área, segundo Marcos Mendes, as principais orientações são:

-Ter total disponibilidade para trabalhar todos os dias na empresa;

- Oferecer um serviço de extrema qualidade, com isso você fideliza seu cliente;

- Ser simpático e agradável ao receber os clientes nas lojas, todo mundo gosta de ser bem atendido;

- Expansão de negócio. Por exemplo, a lavagem do carro é o nosso carro chefe, mas para que as nossas lojas tenham um bom desempenho, temos que trabalhar forte na venda de outras ocupações de estética automotiva, como: Higienização interna, hidratação de couro, cristalização de pintura, etc.

Na mesma condição de sucesso, Marcelo Salomão comemora o desempenho da Gigatron Franchising, empresa de tecnologia. A franquia nasceu no interior de São Paulo, em 1997, na cidade de Birigui, considerada um pólo calçadista. Aproveitando o cenário propício, a Gigatron se destacou pela inovação do software CAD, vendido hoje para fabricantes de calçados de todo o mundo.

Marcelo diz que para crescer como empresário é necessário investir, preparar e planejar, métodos utilizados também por ele. Entretanto para quem tem medo de arriscar demais, Marcelo dá a dica: “Uma boa alternativa é investir em franquias”. Dados divulgados pelo Sebrae revelam que se 60% dos negócios independentes fecham nos cinco primeiros anos, esse porcentual cai para 5% em relação ao franchising. “Apesar de uma rede de franquias ser dotada de regras, o franqueado consegue desenvolver os trabalhos dentro do seu molde seguindo as orientações do franqueador”, relata.

Para obter um êxito na operação é necessário ressaltar alguns pontos. “Primeiro o investidor precisa observar o negócio em si; em questão da perenidade e o suporte oferecido pela franqueadora. Vá até a rede de franquias, conheça a franqueadora e visite uma unidade em operação, se não puder ir, liguei para pelo menos três franqueados. Outro aspecto importante é o próprio operador; ele precisa saber administrar e se dedicar ao negócio. E por fim saber escolher um ponto certo; uma boa localização comercial faz total diferença”, falou Salomão. 

Além dessas, Marcelo recomenda outras dicas valiosas dicas. “Avalie sua identificação com a marca; quanto mais melhor! Caso contrário, pode ocasionar a frustação e por consequência complicações na hora de administrar a franquia. Cheque as projeções de resultados da operação; você precisa estar seguro se os números e prazos de retorno do investimento correspondem as suas expectativas. É importante também conhecer a estrutura de suporte que a franqueadora oferece; saber todos os itens do contrato como consultoria de campo, sistema, ações de marketing e capacitação”, concluiu o empresário. 

Saiba mais: Franquia AcquaZero
Outras oportunidades: Franquias por Segmentos e Ramos

Encontre a melhor franquia para você