Franquia de cosméticos vale a pena?

Para 2019, a estimativa do segmento de cosméticos e beleza é de um crescimento nominal das vendas de 4,1%, a R$ 50,43 bilhões. Franchising oferece boas opções para empreendedores.

Depois de avançar menos de 5% durante dois anos consecutivos, o setor de cosméticos, perfumes e produtos de higiene pessoal voltou a subir com força, o que mostra a maturidade e consolidação do segmento. Para este ano de 2019, a estimativa é de um crescimento nominal das vendas de 4,1%, a R$ 50,43 bilhões.  

Segundo dados da empresa de pesquisas Euromonitor International, as vendas do setor de produtos de beleza e cuidados pessoais alcançaram R$ 109,7 bilhões em 2018, uma alta real (descontada a inflação) de 1,53%. Os números atuais dão a dimensão da força desse ramo de negócios no Brasil, um dos campeões mundiais no consumo per capita de cosméticos.

O estudo chamado “Beauty Survey 2018” apontou as principais tendências do setor de beleza e cuidados pessoais. Além das diferenças geográficas de perfil de consumidores, a pesquisa aponta que 56% das mulheres dizem que a beleza significa estar confortável em sua própria pele, em comparação com apenas 38% dos homens. Mesmo que as mulheres continuem sendo as principais responsáveis pelas vendas do ramo de cosméticos, os homens são um alvo cada vez mais importante para marcas que buscam expandir sua presença.

Para a maioria dos homens, as rotinas de cuidados pessoais são focadas no cabelo – seja na cabeça ou no rosto. Mais de 40% dos homens lavam o cabelo com xampu pelo menos diariamente e um quarto usa limpadores faciais diariamente. No Brasil, o tempo médio para os cuidados de beleza masculinos é de 48 minutos. O número médio de produtos usados ​​diariamente é 4,9; a maior preocupação com a pele é com cravos (39%); e a maior preocupação com os cabelos é a oleosidade (27%).

Outro dado interessante no estudo mostra que 18% dos consumidores relataram que procuram produtos de cuidados da pele testados por dermatologistas, enquanto 9% procuram ingredientes medicinais. Muitos consumidores consultam os profissionais da área médica para suas preocupações relacionadas à pele ou ao cabelo, especialmente aqueles ansiosos por resultados visíveis.

No franchising o setor de beleza e cosméticos apresenta muitas opções que valem a pena para empreendedores interessados em investir em um modelo de negócio. Seguem algumas opções:

 

1 – AMÁVIA

Com modelo de negócio para loja ou quiosque, a franquia atua em shoppings e grandes centros comerciais, em áreas mínimas 9m² e 6m², respectivamente. A marca iniciou suas operações no franchising em 2016, 5 anos após a fundação da empresa, alavancando em 2018. Desde então soma 45 pontos de venda, sendo 15 próprios e 30 unidades franqueadas. Para gerir uma unidade, o investidor precisará de 4 funcionários, incluindo o líder.

 

Dados de Investimento

Investimento Total: a partir de R$ 98.00,00

Faturamento Médio Mensal: R$ 60.000,00

Retorno: de 12 a 18 meses

  

2 – YES! COSMETICS

A Yes! Cosmetics é uma franquia atraente e lucrativa para quem deseja abrir o próprio negócio. No modelo de franquia, a marca conta com duas opções de negócios: quiosque e loja. As unidades possuem design inovador e são coloridas, o que favorece a experimentação dos produtos e, consequentemente, aumenta as vendas. Para os franqueados, a marca oferece a confiança dos consumidores na marca e a satisfação com o suporte oferecido, além da excelente rentabilidade.

 

Dados de Investimento

Investimento Total: R$105.000,00

Faturamento Médio Mensal: R$ 60.000,00

Retorno: de 24 a 36 meses

 

3 – THE BODY SHOP

A rede de franquia está no Brasil desde 2015 e, em seu plano de expansão, possui dois modelos de negócios. Um é o formato de quiosque, lançado unicamente aqui em 2016, que já representa 23 unidades da operação no país.  O objetivo da The Body Shop é investir em mais 10 quiosques este ano, sendo que o modelo de negócio requer investimento a partir de R$135 mil.

O outro modelo de negócio da marca é a o formato de loja, com tamanho de 30 a 40 m². A empresa também busca expandir com esta opção para novos franqueados que custa cerca de R$350 mil. A este valor deve ser acrescentado o valor do ponto comercial do shopping em que for instalado.

 

Dados de Investimento

Investimento Total: a partir de R$135.000,00

Faturamento Médio Mensal: não informado

Retorno: 36  meses

 

4 – HINODE

Com 30 anos de atuação no Brasil, o Grupo Hinode é uma multinacional familiar brasileira de produtos de beleza e bem-estar. A companhia ocupa a terceira posição em seu ramo de atuação no mercado nacional, com 7,1% de mercado, atrás apenas de Boticário e Natura e seguida pela Avon (dados da Euromonitor - 2018).

Atualmente, o Grupo tem mais de 600 produtos em seu portfólio, 750 mil consultores independentes, uma unidade fabril de 12 mil metros quadrados em Jandira (SP), um centro de distribuição em Extrema (MG), e mais de 450 franquias pelo Brasil.

 

Dados de Investimento

Investimento Total: a partir de R$180.000,00

Faturamento Médio Mensal: a partir de R$ 30.000,00

Retorno: a partir de 12 meses

 

 

5 – MAHOGANY

Desde 1991 no mercado, a rede de franquias Mahogany presa pelo seu diferencial, cosméticos de alto padrão, com embalagens exclusivas e conceitos inovadores. Em 2005, a Mahogany entrou para o segmento de franquias e, entre lojas próprias e de franqueados, já soma mais de 200 pontos de venda distribuídos pelo Brasil.

Dados de Investimento

Investimento Total: de R$180.000,00 a R$181.000,00

Faturamento Médio Mensal: a partir de R$ 35.000,00

Retorno: 36 meses

 

 

Encontre a melhor franquia para você: Franquias por segmentos e ramos

Saiba mais: Como abrir uma franquia

Fonte: Editorial – www.suafranquia.com.br

Encontre a melhor franquia para você