Franquia ecológica é um bom negócio?

O que significa, na prática, ter uma companhia sustentável? Este investimento gera um retorno real? Como? Por onde devo começar?

Ainda hoje, o pensar sustentável pode levantar uma série de diferentes questões na cabeça dos empresários e futuros empreendedores. O que significa, na prática, ter uma companhia sustentável? Este investimento gera um retorno real? Como? Por onde devo começar?

Por experiência própria, posso afirmar que, quando o seu negócio nasce de uma filosofia de vida, quando a ideia surge porque acreditamos em um movimento maior e quando fazemos disso um propósito de vida, essas perguntas acabam sendo respondidas naturalmente. E, posso, também, garantir que sim, ter uma empresa sustentável é um negócio rentável!

O primeiro passo rumo à rentabilidade vem das reduções de custos que são geradas pelo investimento em um projeto sustentável. Entre elas, podemos destacar os gastos com água, gás e energia elétrica. Por mais que os valores de projetos que geram este tipo de economia sejam, algumas vezes, mais elevados, as reduções são comprovadas e compensam, e muito, o esforço e o dinheiro empregados.

O reconhecimento também gera uma série de ganhos de imagem e, consequentemente, uma compensação financeira. E isso vale para diferentes públicos. A empresa se torna atrativa, o que facilita a retenção de bons talentos. Ao enxergar o enorme significado da filosofia sustentável da sua companhia, a equipe consegue perceber a importância de sua contribuição, o que facilita o engajamento de todo o time.

Já o reconhecimento dos clientes merece um capítulo à parte. Segundo pesquisa desenvolvida em 2015 pela consultoria PwC, o Brasil está no topo da lista de países que possuem os maiores números de consumidores ecologicamente conscientes, preocupados em adquirir produtos e serviços de empresas que atuem em conformidade com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

Segundo os dados do estudo, 95% dos executivos, empresários e público consumidor estão atentos e preocupados com as questões que permeiam a preservação do meio ambiente e a sustentabilidade.

No entanto, na contramão destes resultados, os empreendedores brasileiros ainda têm medo de sair da zona de conforto e seguir o caminho sustentável. Falta ousadia e sobra incerteza em relação ao sucesso financeiro deste estilo de negócio.

Para quem está pensando em arriscar, uma dica de quem não teve medo lá em 2005, quando existiam ainda mais mitos acerca do conceito: um negócio com bases sustentáveis deve ter como alicerce três frentes, a estrutural, a cultural e a filosófica.

Para alcançar o sucesso, é fundamental que nenhum desses itens fique descoberto ou esquecido. Manter a frente estrutural equilibrada garante o bom funcionamento da academia como um todo e de cada uma das suas ações e medidas sustentáveis, que geram a tão sonhada economia nos gastos.

Cuidar da frente cultural significa manter nossa comunidade, clientes e equipe, conectada aos nossos valores sustentáveis. Já a frente filosófica engloba mais que o cuidado com o meio ambiente, olhando para o desenvolvimento das pessoas que sustentam nosso negócio e estão envolvidas com ele. Para isso, trabalhamos conceitos como gestão humanizada, transparência e ética. Cada uma das três estruturas depende diretamente das outras duas para se sustentar.

Como empresário que investiu em uma companhia sustentável pioneira no país há 13 anos, sinto a necessidade de desmitificar a sustentabilidade nos negócios. Mais do que isso, é meu dever ajudar outros empreendedores a adaptar este olhar consciente à sua empresa.

É meu papel fazer com que um número cada vez maior de empresários perca o medo de apostar na sustentabilidade e consiga perceber de forma definitiva o valor agregado que este investimento trará para o seu projeto.

Mais do que estar comprometidos com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, apoiando diferentes causas e medidas que estejam em conformidade com eles, é importante contar com empresários que se lancem no mercado sustentável, que se arrisquem para, daqui a um tempo, também poderem mostrar, assim como eu, resultados positivos, concretos e encorajadores.

Esta é uma reflexão de Toni Gandra, fundador da franquia Ecofit, pioneira no conceito de academia ecológica, em expansão pelo modelo de franquia desde 2017.

 

Encontre a melhor franquia para você: Franquias de Beleza e Saúde

Fonte: Assessoria - www.suafranquia.com

Encontre a melhor franquia para você