Franquias de Chá: conheça marcas sofisticadas do ramo

O consumo de chás está em alta no país e o mercado investe na inovação de produtos para conquistar mais consumidores

O consumo de chás só cresce no país, tanto dos industrializados vendidos nos supermercados como dos mais sofisticados ofertados em lojas especializadas. Só em 2016, as variações da bebida movimentaram cerca de 2 bilhões de reais. Seja por uma questão de saúde - visto que contém antioxidantes e outras propriedades, seja por um novo hábito de consumo, a bebida chá tem conquistado a cada ano mais consumidores.

Segundo pesquisa da Audience Insights 360 – Estudo Exploratório do Mercado de Bebidas, realizada pela E. Life, o chá é uma das tendências mundiais de consumo que mais cresce, sendo ainda mais acentuada no Brasil. Entre janeiro de 2011 e maio de 2016, houve por exemplo, um aumento de 168% nas buscas online pelo termo chá no país. 

Entre os sabores procurados nas buscas, o chá de camomila ocupa a liderança, seguido pelo chá verde, limão e hortelã. Embora os sabores mais comuns ocupem liderança, o estudo aponta que há novos mercados se abrindo, mostrando um crescimento acentuado por termos como “chá de hibisco” e outras especiarias. O estudo indica ainda que o público feminino jovem tem sido o mais adepto da bebida, independente se quente ou gelada, especialmente aquelas interessadas em ter um estilo de vida saudável.

Confira a seguir algumas redes de franquias que tem se destacado no ramo de chás:

 

Tea Shop

A rede de franquias Tea Shop foi fundada em 1990 em Barcelona (Espanha) e, em pouco tempo, se firmou como marca líder de chás na Europa e hoje já possui 59 lojas instaladas em dois continentes. Líder em sua categoria (chá de alta qualidade vendidos a granel) a marca oferece produtos de qualidade com apelo saudável, mercado forte em crescimento, investimento baixo e modelo de negócio diferenciado e fácil de operar.

A marca opera três modelos de negócios. Os quiosques têm 12m2 e custam entre R$140 e 166 mil, para um retorno estimado em 12 meses. Já as lojas de rua de 30m2 saem por cerca de R$300 mil e as de shopping do mesmo tamanho por R$250 mil. Para todos os modelos, o capital de giro é estimado entre R$20 e 30 mil.

 

Bubble Kill

Com a terceira loja da rede recém-inaugurada no Shopping Metro Santa Cruz em São Paulo, a rede Bubble Kill busca inovar a maneira que os brasileiros consomem chá, de uma forma criativa e gostosa. Inspirada na cultura do chá Taiwanês, a bebida contém bolinhas no fundo, feitas com alga marinha e recheadas com néctar de frutas, que misturadas ao chá oferecem um toque de requinte à bebida e em contato com o calor da boca estouram liberando seu sabor.

A rede projeta fechar este primeiro ano de operação com 27 lojas em funcionamento e o plano de expansão contempla todas as regiões do País. Fundada em janeiro deste ano com a abertura da sua primeira loja no oriental bairro da Liberdade, a empresa já conta com 7 lojas, sendo 3 próprias e 4 franqueadas. Para abrir uma franquia, o investimento inicial é de R$ 150 mil (quiosque) e R$ 200 mil (loja).

 

Mon Cloa

A MonCloa surgiu em 2013 e se define como uma “tea boutique”. Com uma abordagem moderna e inovadora, envolve o consumidor em uma experiência única e inesquecível. Sempre buscando a matéria-prima da mais alta qualidade, oferece uma carta completa de chás com blends exclusivos criados por especialistas no assunto.

Na Moncloa degustar um chá começa por apreciar o visual de cada blend, com sua mistura multicoloridade de ingredientes puros e sentir o seu aroma envolvente a cada gole, tornando cada momento único e inesquecível. O produto tem uma bela embalagem, sendo inclusive comprado como presente. Atualmente a marca possui 7 unidades em operação distribuídas nas cidades de Curitiba, Florianópolis, Campinas e São José dos Campos.

A marca disponibiliza três modelos de negócios cujos investimentos variam entre R$97 mil (quiosque de 6m²), R$ 146 mil (quiosque de 15 m²) e R$278 mil (loja). 

 

Rei do Mate

A Rei do Mate acaba de se tornar a maior rede de cafeterias do país em número de unidades, segundo ranking da Associação Brasileira do Franchising (ABF). A marca possui 330 lojas por todo o Brasil em diversos locais como shoppings, mercados, lojas de rua e aeroportos, e com investimento a partir de R$300 mil já é possível ter uma unidade da rede.

A marca foi fundada em 1978, mas somente no ano de 1991 é que a marca começou a planejar sua entrada no mercado do franchising, após a entrada da segunda geração da família. A rede passou por uma reestruturação e novas opções passaram a fazer parte do mix de produtos como café e pão de queijo, além de novas combinações de bebidas preparadas à base de seu carro-chefe que, hoje, já chegam a mais de 100.

 

Encontre a melhor franquia para você: Franquias por segmentos e ramos

Encontre a melhor franquia para você