Início / Notícias / Varejo / Para Fecomercio, varejo paulista pode ter o melhor Dia das Mães dos últimos 15 anos

Para Fecomercio, varejo paulista pode ter o melhor Dia das Mães dos últimos 15 anos

Entidade estima alta de 3% nas vendas no período e faturamento na ordem de R$ 56,6 milhões

Para Fecomercio, varejo paulista pode ter o melhor Dia das Mães dos últimos 15 anos

Compartilhe:   

Levantamento da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), aponta que o Dia das Mães para o varejo do estado de São Paulo pode ser o melhor dos últimos 15 anos. A expectativa é que o setor tenha incremento de 3% nas vendas e chegue a faturar R$ 56,5 bilhões na data sazonal. O montante representa alta de R$ 1,4 bilhão a mais em relação ao período homólogo. 

A Fecomercio selecionou cinco atividades, ou setores, para este estudo e entre os destaques deles estão as vendas de vestuário, tecidos e calçados, que pode ter incremento de 7%, sendo o segmento de maior demanda no período. 
Entretanto, o valor dos produtos estão mais caros este ano, sendo que a inflação do grupo de vestuário na Região Metropolitana de São Paulo (RMSP) medida pelo IBGE apontou alta de 15% em 12 meses. 

Outros segmentos beneficiados no período serão: farmácias e perfumaria, móveis e decoração, ambos com crescimento em vendas de 4% no Dia das Mães. Assim como ocorre com vestuário, a inflação dos artigos de higiene pessoal cresceu 13,92% nos últimos 12 meses. Contudo, por serem produtos com valor mais acessível, em sua maioria, mesmo com valores mais elevados, ainda será possível realizar compras à vista para aproveitar os descontos. Por outro lado, apesar do dado positivo estimado para maio, o segmento de móveis e decoração depende, em geral, de crédito — que, por sua vez, está mais caro em decorrência dos juros elevados.

 
Eletrônicos mais baratos

Na contramão da alta dos preços devido à inflação está a categoria de eletrônicos. Esses itens estão 3,4% mais baratos na comparação com o igual período do ano passado. Logo, a estimativa é de alta de 3% nas vendas na comparação com o ano anterior. 
O crescimento nas vendas das lojas de eletrodomésticos, eletrônicos e lojas de departamento deve chegar a 3%, na comparação com maio de 2022. Os produtos mais procurados são celulares e aparelhos de TV e som, assim como computadores.

Por fim, os supermercados devem crescer 1% em relação a maio de 2022. Pode parecer um porcentual pequeno, mas o faturamento atual está nos maiores níveis da série. Além dos presentes, é habitual que as famílias se reúnam em casa ou marquem encontro num restaurante. Assim, de forma direta ou indireta, haverá demanda maior por alimentos e bebidas.
 
 Fonte

Divulgação 

PUBLICIDADE

Tem interesse no mercado de franquias?