Início / Notícias / Serviços Educacionais / Artigo: Como se tornar o seu próprio chefe?

Artigo: Como se tornar o seu próprio chefe?

O Guru do Franchising, Rogério Silva, fala sobre empreender no setor educacional em seu artigo mensal. Confira!

Compartilhe:   

Já pensou em trabalhar no seu próprio negócio, sendo você mesmo o seu chefe e fazer os seus horários? Esse é um dos sonhos de muitos brasileiros que querem empreender para garantir estabilidade na carreira e qualidade de vida. O número de pessoas que entraram no ramo por necessidade representa 47,3%, já os chamados empreendedores em potencial representam 53% da população que não tem um negócio estabelecido, de acordo com a edição de 2022 da Global Entrepreneurship Monitor, realizada pelo Sebrae e pela Anegepe (Associação Nacional de Estudos em Empreendedorismo e Gestão de Pequenas Empresas). 

Ainda segundo a pesquisa, o Brasil ocupa o segundo lugar no ranking global da proporção percentual de potenciais donos de negócio, ficando atrás apenas do Panamá. A população brasileira tem um perfil empreendedor, enfrentando desafios diários e buscando oportunidades criativas para superá-los. O que contribui significativamente para o mercado brasileiro é a diversidade cultural, que traz consigo soluções inovadoras. Essa mentalidade empreendedora é evidente em diversos setores, desde pequenos negócios até os maiores. 

Nesse cenário, o setor de franchising se destaca como uma opção de empreendedorismo com excelentes resultados e resiliência nos processos. O ano de 2023 revelou-se excelente para os investidores nesse setor no Brasil, conforme evidenciado pela Pesquisa de Desempenho realizada pela ABF (Associação Brasileira de Franchising). O setor arrecadou R$240,6 bilhões, registrando um crescimento final de 13,8% em comparação com 2022. O número de operações encerrou o ano com 195.862 unidades, um aumento de 7,8%. Enquanto o número de redes saltou 7,6%, encerrando 2023 com 3.311 redes de franquias.

O perfil das pessoas que investem em franquias são, em sua maioria, iniciantes, ou seja, aqueles que buscam independência financeira e alavancagem de renda, representando 39% dos empreendedores. Um dos segmentos de grande procura é o da educação, por ser considerado um negócio transformador e com propósito. Enquanto iniciar uma escola do zero pode ser complexo, adquirir uma franquia oferece a vantagem de operar sob uma marca já consolidada. 

Se você pretende apostar no empreendedorismo, aqui estão 5 dicas de como começar a buscar seu próprio negócio:

1- Identifique sua habilidade: una sua paixão ao empreendimento. Trabalhar com o que se gosta aumenta significativamente as chances do negócio prosperar;

2 - Realize uma pesquisa de mercado: entenda quem é seu público, quais são as necessidades da região e quem são seus concorrentes;

3 - Crie um plano de negócio: ele deve incluir estratégias de marketing, análise de mercado, projeções financeiras e planos operacionais. Isso é essencial para o sucesso do seu negócio;

4 - Se tem um objetivo, persista: para dar o primeiro passo, pode ser necessário aprender com os erros. O empreendedor deve ter um espírito corajoso para avançar, mesmo diante dos cenários instáveis;

5 - Esteja preparado para trabalhar muito: no início de todo negócio, é necessário se dedicar completamente até que ele se estabeleça e comece a dar bons frutos.

No setor educacional, várias franquias têm se destacado, oferecendo soluções inovadoras e adaptadas às demandas modernas. Se você está considerando investir nesse ramo, há um novo modelo de franquia mais compacto do Cebrac para explorar. 

 

Rogério Silva, COO do Cebrac

*Por Rogério Silva, COO do Cebrac (Centro Brasileiro de Cursos) e Guru do Franchising da Plataforma Sua Franquia. 

PUBLICIDADE

Tem interesse no mercado de franquias?