Início / Notícias / Redes Sociais / Sebrae: Influenciadores entram na pauta do empreendedorismo

Sebrae: Influenciadores entram na pauta do empreendedorismo

Kit gratuito do Sebrae com ferramentas de gestão foi disponibilizado para essa categoria

Sebrae: Influenciadores entram na pauta do empreendedorismo

Compartilhe:   

Desenvolver e estimular o empreendedorismo entre os influenciadores digitais. Esse é o objetivo do “Influencia, Brasil”, evento realizado pelo Sebrae, no Rio de Janeiro, recentemente.  Levantamento do We Are Social mostrou que o Brasil é o segundo país que mais segue influenciadores (44,3% dos usuários da internet), atrás das Filipinas (51,4%). Cerca de 140 milhões de brasileiros estão nas redes sociais e, destes, 52% seguem pelo menos um influenciador, de acordo com pesquisa do Ibope Inteligência de 2021.

“Cerca de 140 milhões de brasileiros estão nas redes sociais. O Sebrae precisa apoiar e trabalhar para que os influenciadores consigam ter uma atuação cada vez mais empreendedora. Estamos em várias frentes e atentos com a questão da Classificação Nacional das Atividades Econômicas (CNAE). No Congresso Nacional, vamos trabalhar para a criação de um CNAE da economia criativa e do influenciador, criando condições de uma formalização específica como MEI”, afirma Décio Lima, presidente do Sebrae.

O “Influencia, Brasil” irá abordar o papel e a importância de influenciadores digitais e produtores de conteúdo na internet. Durante todo o dia foram discutidos assuntos como formalização, influência digital e responsabilidade social, pois esses profissionais precisam ser capacitados sobre como gerar opinião com responsabilidade, evitando a disseminação de fake news, por exemplo.

Um kit com ferramentas foi lançado para auxiliar na gestão dos influenciadores enquanto empresas. O material é composto por uma calculadora de jobs e modelos de proposta comercial, contrato e mídia kit, esse último com orientações para auxiliar o influenciador no desenvolvimento do seu próprio material. Também consta no material um código de ética, contendo os princípios da atividade publicitária, informações sobre a autorregulação do mercado publicitário, as regras das redes sociais, a legislação para influenciadores, o marco civil da internet, o código de defesa do consumidor, a LGPD, o código penal e a atividade publicitária para crianças e adolescentes. Para acessar, clique neste link.

“Os influenciadores digitais abriram uma nova categoria no campo do empreendedorismo. As mídias sociais deixaram de ser apenas entretenimento e tornaram-se importantes ferramentas de divulgação. O kit que estamos lançando tem o propósito de auxiliar os influenciadores digitais a transformarem suas ações, seus talentos espontâneos, em ganho material“, reforça Antonio Alvarenga, diretor-superintendente do Sebrae Rio.

Segundo pesquisa Nielsen/2022, o Brasil é o segundo país com mais pessoas apostando na carreira, perde apenas para os Estados Unidos. Só no Instagram, o país lidera o ranking, com 10,5 milhões de influencers.

Fonte

Agência Sebrae 

PUBLICIDADE

Tem interesse no mercado de franquias?