Início / Notícias / Negócios / The Coffee recebe aporte de US$ 7,5 mi e mira mercado internacional

The Coffee recebe aporte de US$ 7,5 mi e mira mercado internacional

Com 200 lojas no Brasil e 11 no exterior, rede de cafeterias irá inaugurar unidades no México e Peru em breve

The Coffee recebe aporte de US$ 7,5 mi e mira mercado internacional

Compartilhe:   

A rede de cafés especiais com inspiração japonesa, a The Coffee acaba de receber um aporte de US$ 7,5 milhões, liderado pela Monashees, respeitada gestora de capital de risco, e coliderado pela CapSur Capital, especializada em growth equity. Essa foi a terceira rodada de investimentos da The Coffee, que em 2019 (rodada Seed) e 2020 (série A) levantou, respectivamente, US$ 500 mil e US$ 5 milhões.


"A The Coffee une tecnologia com a obsessão pelo café perfeito. Para a CapSur é um privilégio ser sócio de uma empresa que escala com tecnologia, focando em qualidade e buscando uma experiência única para o cliente. A The Coffee agrega muito ao nosso portfólio de Foodtech, uma tese que aprofundamos no último ano, mas ainda é pouco explorada pelo mundo de VC”, diz Katia Negreiros, sócia de operações da CapSur.


O novo aporte vai ao encontro dos planos de expansão internacional da rede, especialmente na América Latina. Atualmente, a The Coffee possui 200 lojas no total, entre unidades próprias e franqueadas, sendo que 11 estão localizadas no exterior, na Colômbia, Espanha, França e Portugal. Tratativas para a abertura de cinco lojas no Peru e outras cinco no México já estão avançadas e as cafeterias devem ser inauguradas nos próximos meses.


Outro foco é aprimorar a tecnologia utilizada nos processos da The Coffee. O CEO e cofundador da empresa, Carlos Fertonani explica que o aplicativo da rede é desenvolvido internamente, por equipe própria, e utilizado em três frentes, além do sistema de gestão de background: tablet de autoatendimento; tablet de comandas, pelo qual os baristas recebem os pedidos; e app mobile.


“Nosso objetivo é conseguir prever o comportamento do cliente para entregar, cada vez mais, uma experiência customizada. Se a gente sabe, por exemplo, que ele gosta de pegar sempre um Vanilla Latte em determinada loja e horário do dia, podemos sugerir que faça o pedido sem nem precisar abrir o aplicativo, com o envio de uma notificação push”, comenta.


Segundo Fertonani, a tecnologia é um dos pilares da The Coffee, ao lado do design, que é minimalista e moderno, e, é claro, do café de qualidade, em compasso com a chamada “terceira onda do café”, que preza pelos grãos especiais e por uma degustação que une aroma e sabor. Para 2023, a meta da rede é chegar a 350 lojas.

Fonte

Divulgação

PUBLICIDADE

Tem interesse no mercado de franquias?