Notícias / Negócios / Dica: 5 CEOs indicam livros para ler e entrar em 2023 com nova perspectiva. Confira!

Dica: 5 CEOs indicam livros para ler e entrar em 2023 com nova perspectiva. Confira!

Traçar novas metas e objetivos é quase que obrigatório para quem empreende. Veja alguns livros que podem servir de inspiração nessa jornada

Compartilhe:   

Pensando em um ano novo diferenciado e mais próspero, executivos de grandes empresas escolheram livros inspiradores que contribuíram para o seu crescimento no ambiente profissional e também na vida pessoal. 

Veja os livros indicados a seguir. 


Dica 1: “A coragem de ser imperfeito''


Ana Paula Prado, CEO do Infojobs, indica o livro “A coragem de ser imperfeito'', de Brené Brown. O livro mostra a importância de aceitar vulnerabilidades e reconhecer a necessidade de compartilhar os desafios. “Falando do ambiente profissional, e principalmente de liderança feminina, somos condicionadas a sempre buscar a perfeição, mesmo que ela não exista, a nos mostrar fortes a fim de nos impor e mostrar credibilidade. Reconhecer nossas vulnerabilidades nos ajuda a romper esse ciclo e acreditar no lado colaborativo do trabalho, onde um time de pessoas se complementa com as diferentes habilidades. Brené Brown traz a vulnerabilidade como definição de coragem e essa é uma mensagem que devemos carregar e passar para frente”, reflete a executiva.


Dica 2: "Inside the Tornado: Strategies for Developing, Leveraging, and Surviving Hypergrowth Markets"

O CEO da Matera, Carlos Netto, indica o livro "Inside the Tornado: Strategies for Developing, Leveraging, and Surviving Hypergrowth Markets" - este livro é do autor "Geoffrey A. Moore' para os amantes de tecnologia, e proporciona pautas muito úteis para levar os produtos além dos primeiros consumidores e em direção a um mercado geral lucrativo.


Dica 3: “Quatro Mil Semanas”


Juliana Carsoni, CEO da Juntos Somos Mais, joint venture da Tigre, Gerdau e Votorantim Cimentos, criadora do maior ecossistema de construção civil do país, indica dois livros. O primeiro, “Quatro Mil Semanas”, de Oliver Burkeman, fala sobre a nossa relação com o tempo. Uma pessoa vive, aproximadamente, 80 anos ou 4.000 semanas. Pensar sobre esse tempo que é finito é a chave para abrir mão de demandas não gerenciáveis, escolhas de certa forma infinitas. Vivemos em um tempo que valoriza a produtividade, a multitarefa. Estar ocupado é quase sinônimo de prestígio. Fazer escolhas ao invés de buscar uma eficiência quase utópica tem sido a minha escolha, pessoalmente e na forma de liderar os negócios. Juliana também indica o livro, “O perigo de uma história única”, por Chimamanda Ngozi Adichie, baseado em uma das palestras mais vistas no TED Talk, fala sobre a criação de estereótipos a respeito de lugares, pessoas e culturas. Essencial para todos que querem entender a fonte do preconceito. A executiva ainda indica os outros livros da autora.


Dica 4: "Cem dias entre céu e mar"

"Cem dias entre céu e mar", de Amyr Klink, é a indicação de Nicolas Scridelli, CEO de habitissimo. "Este é um livro que sempre me faz viajar nos pensamentos quando estou na praia, imaginando como deve ter sido a jornada do autor descrita nas páginas. É uma leitura simples e que faz você literalmente embarcar na história com ele. Recomendo principalmente para aqueles que estarão pelo litoral neste recesso", acrescenta o executivo.


Dica 5: “Pai Rico, Pai Pobre” e “O Monge e o Executivo”


As indicações de Flávio Legieri, Co Fundador & CEO da Intelligenza IT, maior consultoria nacional de tecnologia SAP para RH, são três livros que incentivaram e inspiraram seu desenvolvimento profissional e pessoal. O primeiro, “Pai Rico, Pai Pobre”, de Robert Kiyosaki & Sharon L. Lechter. “Li esse clássico no início dos anos 2000, com pouco mais de 18 anos de idade e com certeza fortaleceu meu interesse pelo empreendedorismo, me impulsionando a buscar cada vez mais conhecimento pelos temas”, diz o executivo.

Já sua segunda indicação, “O Monge e o Executivo”, por James C. Hunter, o ajudou a enfrentar seus primeiros desafios atuando como líder de equipes, segundo o CEO, este livro o ajudou a compreender o quão importante era entender sobre as relações no ambiente de trabalho e que liderar é uma habilidade de influenciar e direcionar as pessoas para que trabalhem com entusiasmo visando o bem comum.

Sua última indicação, o livro “Empresas feitas para vencer”, de Jim Collins, foi importante para o executivo e trouxe a ele uma perspectiva mais madura sobre temas fundamentais para garantir o sucesso de uma organização, tais como: metas, diferenciais competitivos, disciplina de execução e excelência organizacional, dentre outros que são abordados nessa obra que, para ele, foi essencial.

Fonte:

Divulgação

 

PUBLICIDADE

Tem interesse no mercado de franquias?