Notícias / Negócios e Serviços / Setor de supermercados tem expectativa de crescimento ainda em 2017

Setor de supermercados tem expectativa de crescimento ainda em 2017

Estudo apresentado durante 51ª Convenção da ABRAS, associação de supermercadistas, mostra o setor voltou a atingir um patamar 18% maior que em junho de 2017

Compartilhe:   

Setor de supermercados tem expectativa de crescimento ainda em 2017: Estudo apresentado durante 51ª Convenção da ABRAS, associação de supermercadistas, mostra o setor voltou a atingir um patamar 18% maior que em junho de 2017


A GfK, uma das mais respeitadas empresas de pesquisa de comportamento de consumo do mundo, em parceria com a Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS), acaba de constatar em um de seus mais recentes estudos, uma contínua evolução na confiança dos supermercadistas do Brasil para os próximos meses.

De acordo com a pesquisa, a expectativa do varejista do setor de supermercados deve continuar subindo gradativamente ao longo do tempo, o que pode proporcionar novos investimentos no comércio. Além disso, a pesquisa revela também que, caso não existam alterações nas alíquotas tributárias, até o final do ano, os preços da Cesta Básica deverão ficar estáveis e com poucas oscilações em alguns produtos sazonais.

Na opinião de Marco Aurélio Lima, diretor executivo da GfK e coordenador do estudo, esses números refletem uma significativa retomada no ânimo dos empresários. “Sem dúvida, é um sinal que poderá trazer otimismo para o setor supermercadista. Devemos ter um segundo semestre mais aquecido que em 2016”, avalia o executivo.

O estudo comprova também que mudanças genuínas no comportamento dos consumidores estão se tornando fatores bastante influentes para o futuro do mercado. Atualmente, existe uma grande preocupação por parte do consumidor em relação ao impacto ambiental e ao que está sendo consumido. De olho nisso, as empresas estão cada vez mais atentas às suas responsabilidades ambientais, rótulos, ingredientes e saudabilidade.

Setor de franquias

Entre os principais players franqueadores do setor, está o DIA. No Brasil a rede internacional marca presença desde 2001 e possui mais de 1055 lojas divididas nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Bahia e Rio de Janeiro. Desse total, cerca de 655 são unidades franqueadas e 400 são operações próprias.

Segundo a Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo, é a 1ª franquia de supermercados no Brasil e a 4ª maior franquia em faturamento no Brasil. Para alcançar esse patamar, a rede inovou o varejo brasileiro com o modelo Discount, que adota o conceito de operação enxuta, diminuindo custos para garantir o menor preço ao cliente.  

Uma nova unidade franqueada requer o investimento total entre R$ 700 mil e R$ 1.5 milhão. Nesse montante já estão incluídos o capital de instalação entre R$ 250 mil e R$ 430 mil, a taxa de franquia de R$ 15 mil, o capital de giro entre R$ 180 mil e R$ 280 mil. O prazo de retorno do investimento ocorre em até 36 meses, com base em um faturamento médio mensal de aproximadamente R$891 mil.

Clique aqui e saiba como abrir uma franquia Dia

 

PUBLICIDADE

Tem interesse no mercado de franquias?