Notícias / Negócios e Serviços / Restaura Jeans que mais faturam apontam dedicação como sucesso

Restaura Jeans que mais faturam apontam dedicação como sucesso

Planejamento de estímulo às equipes e à qualidade são aspectos que diferenciam

Compartilhe:   

O que um franqueado precisa fazer para que sua unidade seja forte e rentável? Na opinião dos três franqueados que mais faturam na rede Restaura Jeans -  composta por mais de 200 lojas e pontos licenciados que cuidam de toda a roupa e de artigos de couro, presentes nas regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste – há um consenso: dedicação exclusiva e presença constante na loja os levaram a destacar-se no mercado, na própria rede, além de ajudá-los a conquistar o retorno de seu investimento.
 
Flávio Conrad, diretor-presidente da franqueadora, concorda os ‘campeões’ Fabiano Azevedo (Salvador-BA), Carlos Jacobus (Canoas-RS) e o casal Milton e Solange Seixas (Porto Alegre-RS). “A presença na loja é fator primordial para o desempenho bem-sucedido. Sem essa constante ‘vigília’, eles não conseguem entender o que os clientes esperam e muito menos planejar ações que façam aumentar seu rendimento. Do mesmo modo, a equipe se torna mais motivada a colaborar e surpreender sempre com o bom atendimento”, comenta.
 
Assim como esses franqueados, muitos outros têm plenas condições de chegar ao desempenho ‘Top 10’ da rede Restaura Jeans. Segundo Conrad, o ‘óbvio’ das boas vendas muitas vezes esconde o grande esforço de longo prazo. “À loja não interessa simplesmente vender, pois o cliente precisa estar satisfeito para então retornar. É preciso planejamento, preocupação em motivar a equipe e atenção às novidades e oportunidades que o mercado oferece a todo momento”, prescreve.
 
Força no Nordeste, um mercado recém-conquistado - Fabiano Azevedo conduz sua loja de Salvador há três anos, ao lado da sócia Dilma Amaral. Além da dedicação exclusiva, ele aponta como fator de sucesso um sistema diferenciado de gestão. “Estamos sempre renovando nossa divulgação e a rede alimenta constantemente programas de fidelização do cliente, assim como dos colaboradores”, salienta.
 
Segundo Azevedo, sua equipe se sente motivada por receber um tratamento pautado por atributos como qualidade, respeito e estímulo à atuação em grupo. Reuniões periódicas reforçam tais compromissos e servem, ainda, para estabelecer metas e comissões. “Cada cliente é tratado como se fosse único”, ressalta.
 
Por serem franqueados há pouco tempo, Azevedo e Dilma possuem apenas uma loja, mas estudam abrir outra em breve, depois da consolidação da primeira. “É muito difícil ter sucesso sem perseverança e profundo conhecimento daquilo que se faz. O grande segredo, com certeza, é muito trabalho e interesse por tudo e todos que compõem a empresa”, assevera.
 
Experiência – O casal Milton e Solange Seixas está chegando ao décimo ano de parceria com a Restaura Jeans e contam com quatro lojas em Porto Alegre – a do bairro de Bom Fim é das que mais faturam. Já está treinando uma nova equipe que começará a atuar em fevereiro de 2011, quando os franqueados assumirão sua quinta loja. “Nela ficará nossa Central de Costura, que deverá proporcionar maior produtividade, qualidade e, consequentemente, redução de custos”, destaca Milton Seixas.
 
Para o franqueado, dedicação é fundamental para o negócio. O casal conta com a ajuda de gerentes bem treinados para que possam dar conta da gestão das unidades. “Formamos líderes em casa. Todos os gerentes e vendedores passam por promoção interna; são pessoas que vieram em geral da costura e foram treinadas para seguir o padrão Restaura Jeans”, assinala.
 
De acordo com Milton, existe um consenso interno de que, para ganhar mais, é preciso ser o melhor em qualidade, atendimento e solução de problemas. “No coração e na cabeça de cada integrante das equipes somos a melhor prestadora de serviços no nosso ramo no Brasil”, diz, orgulhoso.
 
A gestão das lojas adota mecanismos de participação semestral nas vendas e produção (PV) para toda a equipe; e nos lucros (PL), para os gerentes. Para isso, a margem no período deve superar 30%, comprovada em balanço financeiro e analítico, além de obtenção de rotatividade próxima de zero e conquista da previsão estabelecida pela empresa. Mais que benefícios financeiros, outras ferramentas são aplicadas. A cada semestre, o gerente da loja que atingir maior lucratividade ganha uma viagem nacional de avião, com estadia, durante um final de semana. Além disso, os integrantes da equipe em destaque têm direito a uma rodada na pizzaria que escolherem como forma de alcançar uma integração ainda maior.
 
Essas ações – acredita Milton – culminam na satisfação do cliente, para ele fundamental. “Tornou-se uma cultura entre nós ver o cliente como um patrimônio a ser preservado. Para manter nossos clientes, realizamos constante monitoramento de satisfação, com questionário e urna lacrada em todas as lojas para que possam se manifestar. Comentários e sugestões são lidos, analisados e recebem o necessário retorno”, garante.
 
Comprometimento – Franqueado também do Rio Grande do Sul, Carlos Alberto Jacobus tem duas lojas, uma em Canoas, há 12 anos, e outra em Porto Alegre, há dois. Dedicação exclusiva é a chave de seu sucesso, aliada a uma forte divulgação dos serviços, por meio de panfletagem que trabalha as promoções sazonais. Jacobus vê como outro fator importante um sistema de gestão no qual acompanha a evolução das lojas no dia a dia. “Comparamos o desempenho com o ano anterior, como base para alcançar o objetivo maior, da busca e obtenção de metas”, ressalta.
 
Para atingir as metas de trabalho e obter bônus por mérito no final do mês, Jacobus conta com equipes bastante comprometidas e unidas, que participam de todos os procedimentos das lojas, ampliando suas capacidades e habilidades. “A costureira não faz mais só costura, também atende e começa a ter contato com o computador, controlando sua produção; a atendente participa da costura, do preparo e do corte; desta forma elas conseguem interagir mais com a loja e estar sempre aprendendo”, observa o empresário.
 
O resultado natural é a satisfação do cliente, constatada pelo franqueado. “Temos notado um crescimento muito forte de clientes novos que foram indicados, o que para nós significa que os clientes que já utilizam nossos serviços apreciam nosso trabalho”, finaliza.
 
Sobre a Restaura Jeans
 
A Restaura Jeans foi eleita este ano a segunda melhor franquia do segmento, pela revista PEGN. Suas mais de 200 lojas oferecem aos seus clientes tingimento, costura, customização e limpeza de roupas; renovação e cuidados com peças de couro, e cuidados, renovação e customização de calçados e bolsas. Consulte a relação das lojas no site www.restaurajeans.com.br .
 

PUBLICIDADE

Tem interesse no mercado de franquias?