Notícias / Negócios e Serviços / Centro Auditivo Telex quer atingir 11 lojas em Minas

Centro Auditivo Telex quer atingir 11 lojas em Minas

Compartilhe:   

Especializada em serviços e aparelhos auditivos, rede opera em 20 estados, com nove lojas próprias e 51 franqueadas

O Centro Auditivo Telex busca investidores em Minas Gerais para ampliar a presença no Estado, através do sistema de franquias. A empresa, especializada em serviços e aparelhos auditivos, já possui cinco lojas em Minas Gerais: duas em Belo Horizonte, uma em Juiz de Fora, uma em Uberaba e uma em Uberlândia. Neste primeiro trimestre, será aberta uma loja em Divinópolis e outra em Poços de Caldas. A expectativa da empresa para 2008 é expandir a rede de franquias às cidades de Governador Valadares, Montes Claros, Teófilo Otoni e Passos, atingindo 11 unidades no estado.

"Minas Gerais é um estado grande e nossa intenção é estarmos presentes em mais cidades. Dessa forma ficarmos mais próximos do nosso público, que é o deficiente auditivo, dando a ele mais atenção e maior acesso aos nossos produtos e serviços"", explica Nina Boaventura, gerente de expansão da Telex. A rede está hoje presente em 20 estados, com 60 lojas, nove próprias e 51 franqueadas.

Os novos franqueados passam por um curso de capacitação de no mínimo 40 horas de treinamento teórico abordando todas as áreas da franquia e mais uma ou duas semanas de treinamento prático em uma unidade piloto. Depois disso, uma vez por ano há cursos de reciclagem.

A Telex possui o certificado de qualidade ISO 9001, válido até 2010, e é a única do segmento a adotar o modelo de franchising para expansão. A marca, que se destaca pela excelência em atendimento, ampla linha de produtos e pela tecnologia de ponta, pertence desde 2000 ao grupo multinacional William Demant, tendo como principal acionista a dinamarquesa Oticon. Líder entre os fabricantes e mais antiga empresa do mundo na produção e pesquisa de aparelhos auditivos, a Oticon opera em 150 países, com 2,5 milhões de clientes.

PUBLICIDADE

Tem interesse no mercado de franquias?