Início / Notícias / Negócio Próprio / Parceiro do Sebrae no apoio ao empreendedorismo, Mercado Livre anuncia expansão

Parceiro do Sebrae no apoio ao empreendedorismo, Mercado Livre anuncia expansão

Multinacional informou que fará R$ 23 bilhões em investimentos para a abertura de centros de distribuição, além da contratação de mais 6,5 mil profissionais

Parceiro do Sebrae no apoio ao empreendedorismo, Mercado Livre anuncia expansão

Compartilhe:   

A expansão no Brasil do Mercado Livre, multinacional que atua juntamente com o Sebrae na melhoria da presença digital dos pequenos negócios por meio do marketplace, significa uma ampliação das oportunidades para empreendedores brasileiros ganharem novos mercados. A empresa apresentou os planos para o país: investir R$ 23 milhões para a criação de três novos centros de distribuição em Brasília, Pernambuco e Porto Alegre. Além disso, serão contratados mais de 6,5 mil profissionais.

Por meio da parceria Se Joga no On-line, entre o Mercado Livre e o Sebrae, mais de 24 mil pequenos negócios foram capacitados – desses, 8,9 mil abriram uma loja virtual na plataforma. No total, mais de R$ 400 milhões já foram gerados em faturamento.

“Os pequenos negócios fazem parte desse resultado positivo e dessa investida na ampliação do Mercado Livre. O mundo do empreendedorismo, em sua boa parte, hoje acontece no mundo virtual e o Sebrae precisa apoiar os pequenos negócios para que continuem gerando empregos, renda e oportunidade. Com certeza, é um grande avanço para o setor das micro e pequenas empresas e contribui para a melhoria da economia do país”, destacou o presidente do Sebrae, Décio Lima.

“Os novos centros de distribuição dinamizam a entrega, o comércio e facilita a vida para os vendedores. Entendemos que cada vez mais os pequenos negócios podem se valer do Mercado Livre”, reforçou o presidente do Sebrae. Além da parceria com o Mercado Livre, a instituição tem se juntado a outras grandes empresas para estimular o marketplace, como a Amazon, o Magazine Luiza, entre outras. “Nosso objetivo é fazer com que os pequenos varejistas possam escolher qual empresa melhor atende as expectativas e se adequa ao modelo de negócio dele”, apontou Décio.

O CEO da empresa no Brasil, Fernando Yunes, afirmou que o país representa cerca de 52% da receita líquida total do negócio na América Latina. Além disso, o aporte de R$ 23 bilhões em investimentos indica a confiança no potencial de desenvolvimento do Brasil.

“O Mercado Livre é uma plataforma de vendas, com 3 milhões e 300 mil vendedores por ano, e tem uma fintech, que é o Mercado Pago. Então acaba sendo um motor de empreendedorismo e formalização. Foram mais de 200 mil CNPJs abertos nos últimos 2 anos de vendedores e hoje mais de 1 milhão de famílias vivem tendo como sua principal renda o Mercado Livre”, afirmou Yunes.

Capacitação

O “Se Joga no Online” ainda está disponível e oferece a trilha “Entendendo o negócio”, com dicas para começar no projeto de empreendedorismo. Entre os conteúdos disponíveis, os donos de pequenos negócios e potenciais empresários vão encontrar orientações sobre como elaborar um plano de negócio, dicas para definir entre loja física ou virtual, mais de 300 ideias de negócio para começar a empreender e informações sobre quais são os primeiros passos para abrir um negócio. Já na trilha “Formalizando o negócio”, o canal traz informações para entender a importância de formalizar e registrar o negócio, um passo a passo para se tornar um MEI e um Guia Prático para formalização da empresa. 

Fonte

Agência Sebrae 

Imagem: Agência Sebrae 

PUBLICIDADE

Tem interesse no mercado de franquias?