Início / Notícias / Negócio Próprio / Pesquisa Pulso identificou que empreendedores estão preocupados com a falta de clientes

Pesquisa Pulso identificou que empreendedores estão preocupados com a falta de clientes

Estudo do Sebrae com o IBGE apontou ainda que o juros alto para frear consumo prejudicam donos de pequenos negócios

Pesquisa Pulso identificou que empreendedores estão preocupados com a falta de clientes

Compartilhe:   

Os empreendedores têm se mostrado mais preocupados com a falta de clientes e como consequência, isso impacta diretamente o funcionamento do mesmo. É o que indica a terceira edição da pesquisa Pulso realizada pelo Sebrae em parceria com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que identificou que de agosto de 2022 a abril de 2023 falta de clientes passou de 24% para 31% e isso tem trazido grandes problemas aos empreendedores.

A alta dos custos também é motivo de preocupação e foi apontado por 38% dos respondentes, porém, esse indicador teve queda de 4 pontos percentuais quando comparada a primeira edição da pesquisa. “As famílias estão cada vez mais endividadas e os juros altos atrapalham ainda mais, pois freiam o consumo e espantam os clientes. Esse é um dos motivos que o aumento de custos tem perdido força, enquanto a preocupação de ter para quem vender tem crescido”, observa o presidente do Sebrae, Décio Lima.

Mesmo com 78% dos empreendedores a afirmar que não repassaram a alta dos custos, todos relataram gastos maiores com insumos, combustíveis, aluguel e energia nos últimos 30 dias. Outros 41% informaram ter repassado parcialmente os custos aos seus consumidores. Apenas 8% repassaram totalmente o aumento de custos. Em agosto do ano passado, eram 76% reclamando do aumento de custos, 43% não repassando, 47% parcialmente e 9% totalmente.

 O faturamento também foi impactado, tanto que 42% dos pequenos negócios reportaram queda no valor na comparação anual, enquanto apenas 25% tiveram incremento.

A pesquisa Pulso observou que somente dois segmentos — dos 22 analisados — apresentaram aumento de faturamento: Indústria Alimentícia e Serviços empresariais. A variação média de queda foi de -10%.

Fonte

Divulgação 

PUBLICIDADE

Tem interesse no mercado de franquias?