Início / Notícias / Negócio Próprio / Artigo: As boas práticas do Franchising como fundamentos para o sucesso dos negócios

Artigo: As boas práticas do Franchising como fundamentos para o sucesso dos negócios

Antes de mais nada, se a sua intenção é empreender através do sistema de Franchising, conheça a Lei de Franquias 13.966, de 2019.

Artigo: As boas práticas do Franchising como fundamentos para o sucesso dos negócios

Compartilhe:   

O Franchising rompeu, em 2022, a barreira de R$ 200 bilhões em faturamento, com mais de 3 mil marcas e 184 mil unidades no Brasil, um setor que sai de um momento de pandemia maior, mais unido e mais fortalecido, e mostrando a força que a atuação em rede tem em momentos de grandes desafios.
 
Nesse momento em que o crescimento do setor e a expansão de redes estão tão em evidência, a Associação Brasileira de Franchising (ABF), como parte de sua missão, quer trazer luz à importância de algumas boas práticas, e alguns cuidados essenciais para que esse crescimento aconteça de forma ética e responsável, e para que os negócios se mantenham sustentáveis e prósperos. 
 
Antes de mais nada, se a sua intenção é empreender através do sistema de Franchising, conheça a Lei de Franquias 13.966, de 2019. A lei é clara, objetiva e visa garantir a transparência e a ética nas relações de franquia.
 
Com base no que diz a lei, comece cuidando da documentação jurídica da rede. O primeiro passo é ter uma Circular de Oferta de Franquia completa e que reflita a realidade da rede, trazendo ao candidato as principais informações sobre o negócio, como o balanço dos dois últimos anos da franqueadora, os direitos e deveres de cada parte, a cópia do Contrato de Franquia, e a lista de franqueados e ex-franqueados dos últimos 24 meses. Se você busca uma franquia, avalie com cuidado e critério este documento, antes de tomar sua decisão. 
 
Acrescento a essa dica uma importante recomendação: converse com os franqueados da rede, e procure entender a visão deles do negócio, do mercado, e principalmente, do Franqueador. Tenho certeza que você vai encontrar muitas respostas nessas conversas, que serão decisivas. E se você é um franqueador, deixe o candidato à vontade para escolher os franqueados e ex-franqueados com quem conversará. Isso mostra que você tem uma rede formada por franqueados satisfeitos com os seus negócios e com a franqueadora.
 
Se eu tivesse que escolher um aspecto que define o que está por trás de uma rede de franquias de sucesso, eu diria que é a boa comunicação. Uma rede saudável é uma rede onde a comunicação entre franqueador e franqueado é clara, transparente, eficiente, e acima de tudo, empática e humana. A boa comunicação reflete o bom relacionamento entre franqueador e franqueado, e o bom relacionamento entre as partes é a força principal de uma rede.
 
E seu tivesse que destacar o aspecto mais importante para o de crescimento de uma rede, sem dúvida nenhuma, destacaria o processo de seleção de franqueados. Franchising não é crescer a qualquer custo, não é sobre velocidade, é sobre qualidade. A seleção do franqueado deve ser feita com critério. Chamamos isso de crescimento responsável. A seleção do franqueado deve ser uma escolha consciente, com base no perfil estabelecido para o sucesso do negócio. É uma escolha de muita responsabilidade, lembrando que aquele, muitas vezes, é o sonho de uma vida inteira do investidor/franqueado.
 
No Franchising, franqueador e franqueado são parceiros, e o sucesso de um depende do sucesso do outro. Não basta só vender, é preciso entregar. É papel do Franqueador entregar produto/serviço, know-how e treinamentos, inovação, suporte constante. Ou seja, entregar todas as condições para que o franqueado tenha sucesso, e fazer isso todos os dias. Só assim, a rede poderá crescer de forma sustentável e sólida. 
 
Entendo, porém, que mesmo com a adoção das boas práticas e dos cuidados destacados aqui, desalinhamentos de expectativas podem acontecer. E nessa hora, o associado pode contar com o apoio da ABF, entidade que tem o papel de promover e fomentar o setor, nacional e internacionalmente, para que ele se mantenha próspero, sustentável, inovador, inclusivo e ético, e que conta com uma Comissão de Ética, a guardiã das boas práticas do Franchising, que zela pela saudável relação “ganha-ganha” no setor, baseada no sucesso mútuo de franqueadores e franqueados.
 
Deixo aqui uma recomendação final. Cuidado ao olhar somente para o número de unidades de uma rede. O que deve ser olhado é o número de unidades saudáveis, e de franqueados satisfeitos com seus negócios. Isso, sim, é que deve ser o foco da atenção. Esse é o Franchising Íntegro da ABF. Esse é o caminho para se alcançar negócios prósperos, sustentáveis e de sucesso.
 
*Sylvia de Moraes Barros é presidente da Comissão de Ética da ABF -- Associação Brasileira de Franchising

PUBLICIDADE

Tem interesse no mercado de franquias?