https://www.facebook.com/tr?id=327670442244720&ev=PageView&noscript=1" />

Pequeno e médio varejo tem alta de 7% nas vendas durante a Black Friday

Setores de brinquedos, artigos recreativos, produtos médicos e ortopédicos e de tapeçaria, cortinas e persianas foram os que mais cresceram em relação a outubro de 2022

Compartilhe:   

O Índice Omie de Desempenho Econômico das Pequenas e Médias Empresas (IODE-PMEs) aponta um resultado positivo na movimentação financeira real das PMEs durante a Black Friday deste ano. No acumulado de novembro, até a data exata do evento, 25/11, o crescimento real do comércio varejista foi de 7%, quando comparado com o mês anterior.


A análise verifica a movimentação financeira de 65 segmentos do varejo, considerando a média diária do acumulado do mês, até a data da Black Friday, época com maior concentração de vendas relacionadas ao período promocional. O IODE-PMEs funciona como um termômetro econômico das empresas com faturamento de até R$ 50 milhões anuais, consistindo no monitoramento de 637 atividades econômicas que compõem cinco grandes


Ao avaliar os setores que puxaram esse movimento no último mês, fica evidente a influência do período promocional no resultado. Dentre os segmentos com melhor performance — ao menos 10 são afetados de forma considerável por promoções relacionadas à data — é o caso do varejo de brinquedos e artigos recreativos, com salto mais robusto (+81,9% no acumulado de novembro/22 x outubro/22), além do setor de artigos médicos e ortopédicos (+40,3%) e de tapeçaria, cortinas e persianas (+34%). Comércios de calçados (+20%), cosméticos, perfumaria e higiene pessoal (+9,4%) também tiveram boas vendas relacionadas com a Black Friday.


Ao comparar com novembro/21, as PMEs do varejo registraram um avanço de 4% na movimentação financeira média diária neste ano. Ou seja, além de atestar o benefício sazonal do período promocional, o IODE-PMEs indica que os efeitos da data sobre o varejo foram maiores do que os verificados em 2021.


“O crescimento tem como pano de fundo o encolhimento da inflação nos últimos meses e a melhora no mercado de trabalho. Há um aumento da renda disponível da população para o consumo de itens não essenciais, favorecendo os resultados de diversos segmentos durante a Black Friday”, explica Felipe Beraldi, gerente de Indicadores e Estudos Econômicos da Omie, plataforma de gestão (ERP) na nuvem.


Mesmo nesse contexto de juros elevados, impedindo a tomada de crédito dos consumidores, o comércio é o destaque no IODE-PMEs no ano, acumulando crescimento de 4,9% ante o mesmo período de 2021 - considerando os dados fechados do índice entre janeiro e outubro de cada ano.

Fonte:

Fonte: IODE-PMEs (Omie)

PUBLICIDADE

Tem interesse no mercado de franquias?

Preencha este cadastro para receber o contato de empresas que combinam com o seu perfil

Ao preencher o formulário, estou ciente de que meus dados poderão ser utilizados para envio de conteúdos diversos e marketing

PUBLICIDADE