Início / Notícias / Inovação e tecnologia / Fintech: Mercado pet ganha solução de financiamento para procedimentos veterinários

Fintech: Mercado pet ganha solução de financiamento para procedimentos veterinários

A iniciativa atende a saúde dos animais, como castração, cirurgias renais, cardiológicas e neurológicas, entre outras. Confira!

Fintech: Mercado pet ganha solução de financiamento para procedimentos veterinários

Compartilhe:   

O setor pet é um dos mais prósperos da economia brasileira como aponta a pesquisa realizada pelo COMAC (Comissão de Animais de Companhia), ligada ao Sindicato da Indústria Veterinária, na qual apontou o aumento de 30% no número de animais domésticos nos lares brasileiros durante a pandemia.

A expectativa para finalizar o ano é que o mercado pet tenha crescido 14%, por conta do setor de produtos, serviços e comércio de animais de estimação, gerando faturamento de R$ 58,9 bilhões, segundo estimativas do Instituto Pet Brasil (IPB).

De acordo com a pesquisa realizada pelo Sebrae, o mercado pet se mantém aquecido e promissor no Brasil. O setor registrou um volume de novos negócios no primeiro semestre deste ano que é 33% superior ao verificado nos seis primeiros meses de 2019, antes da chegada da pandemia, quando foram abertas 13.737 empresas.

O Instituto Pet Brasil também mostra que o faturamento do segmento de produtos, serviços e comércio de animais de estimação registrou aumento de 27% em 2021 (chegando a R$ 51,7 bilhões), em comparação ao ano anterior.

O mercado cresce e novas soluções são surgem para aperfeiçoar o segmento como a startup DrCash - fintech criada com o objetivo democratizar o acesso à saúde por meio de financiamento dos procedimentos médicos e cirúrgicos — que expande seu raio de atuação e passa disponibilizar crédito para cirurgias e procedimentos veterinários.

A lista de procedimentos financiáveis passa por castração, cirurgias renais, cardiológicas e neurológicas, por exemplo. O crédito é exclusivo para procedimentos cirúrgicos de cuidado da saúde do animal, como vacinação e medicação. Contudo, vale ressaltar que não abrange compra de itens de alimentação, higiene, ou souvenir para os pets.

O crédito pet abrange todo tipo de procedimento veterinário, desde pets de estimação a animais de grande porte, como, por exemplo, cavalos, bezerros e suínos. A fintech, oferece o limite que vai de R$1 mil a R$30 mil, com a possibilidade de parcelamento do valor total de 6 a 24 vezes, com juros a partir de 3,13% ao mês. Com isto, o cliente poderá comprometer um menor valor de sua renda. No primeiro momento, clínicas veterinárias das regiões metropolitanas de São Paulo e Rio de Janeiro já estão habilitadas para o financiamento dos clientes.

O Cofundador da startup, Lucas Hamú, prevê que o ticket médio de vendas do serviço veterinário chegue perto dos R$ 5 mil para atender aos procedimentos de alta complexidade. “Para as clínicas veterinárias cadastradas ou que venham a se cadastrar, possibilitamos o recebimento do valor integral em até 48 horas, sem a necessidade de emitir boletos, cheques ou se preocupar com o risco de inadimplência do cliente”, diz.

O software da startup DrCash atua de forma B2B2C para intermediar financiamento de procedimentos médicos, por meio da liberação de crédito CDC Saúde. Com a inclusão tecnológica, houve a democratização do crédito por meios de pagamento acessíveis a uma parcela significativa da população brasileira.

Fonte: 

Divulgação 

PUBLICIDADE

Tem interesse no mercado de franquias?