Início / Notícias / Indicadores / Brasileiros trocam refeições completas por salgados para economizar

Brasileiros trocam refeições completas por salgados para economizar

Dados da Kantar apontam que salgados prontos passaram de 11% da preferência em 2019 para 15% em 2022

Brasileiros trocam refeições completas por salgados para economizar

Compartilhe:   

A alimentação fora do lar está em modificação desde 2019 no Brasil. Pesquisa da Kantar identificou que, devido à crise financeira e a inflação, os lanches e salgados e snacks — aqueles salgados em saquinhos — tiveram alta no consumo entre 2019 e 2022. Em números, é possível notar que os salgados passaram de 11% da preferência em 2019 para 15% em 2022. Enquanto isso, as refeições completas caíram de 7% para 4%, respectivamente.

“De forma geral, a crise está afetando mais o consumidor humilde. Prova disso é que vemos um movimento das pessoas começarem a buscar uma alimentação um pouco mais barata, deixando de gastar fora de casa e optando pelas marmitas e lancheiras”, revela Hudson Romano, gerente sênior de consumo fora do lar da Kantar.

O estudo identificou ainda que os consumidores das classes D e E foram os responsáveis direto por essa mudança, em especial o consumo de snacks, seja para matar a fome em um momento específico, seja para diminuir os gastos com refeições — refeições essas que tiveram alta de 35,7% no último ano para esse grupo.
É válido destacar também que os snacks vêm crescendo, especialmente, como opção para café da manhã e lanche da tarde – entre 2019 e 2022, 89% do aumento de consumo de salgados ocorreu nestas ocasiões. Enquanto isso, houve uma retração de 61% no mesmo período para refeições no almoço.

Fonte
Divulgação

PUBLICIDADE

Tem interesse no mercado de franquias?