Com crescimento de 55%, rede Milon fecha 2022 com faturamento acima de R$ 120 milhões

Para 2023 rede quer abrir 15 novas lojas entre unidades próprias e franqueadas. Unidades tem investimento inicial a partir de R$ 350 mil.

Com crescimento de 55%, rede Milon fecha 2022 com faturamento acima de R$ 120 milhões

A Milon, rede de franquias pertencente ao Grupo Kyly, encerrou 2022 com faturamento superior a R$ 120 milhões, o que representa crescimento de 55% quando comparado ao igual período de 20201. Quando a comparação é feita no same stores sales, a alta foi de 44% no período. Hoje, a marca de Santa Catarina, conta com 95 lojas em operação, sendo que em 2022 foram inauguradas 17 unidades.

Segundo Claudinei Martins, diretor executivo comercial e de marketing do Grupo Kyly, a aceleração do crescimento da rede está muito ligada às oportunidades no nicho de atuação e pela Milon. “Identificamos uma carência de lojas de vestuário voltadas exclusivamente para o público infantil, em shopping centers. Fizemos um estudo de mercado que nos mostrou oportunidades em pontos comerciais chaves, com consumidores carentes por produtos com design e ótima relação custo-benefício, que é a proposta da Milon. Com oportunidades tão atraentes conciliado à estrutura e peças que oferecemos, conseguimos expandir de forma consistente e nos posicionar no mercado com operações implantadas nos principais shopping centers de médias e grandes cidades. Prova disso foi o recorde de inaugurações e conversões de lojas neste ano. Além disso, a volta massiva de eventos presenciais, como festas infantis e batizados, impulsionou o crescimento da marca”, revelou em nota o diretor executivo.


Expectativas

Para este ano, a rede de franquias Milon quer abrir 15 novas loja, entre próprias e franqueadas, ultrapassando a marca de 110 unidades em funcionamento no País. A estratégia de conversões de lojas próprias para franquias também será mantida.

Para atrair franqueados, a marca oferece duas opções de layouts arquitetônicos para suas lojas, o Tradicional e o Open Front, lançado em 2021, que traz um conceito novo que explora lojas sem vitrine. O investimento inicial para se tornar um franqueado é de R$ 350 mil, com prazo de retorno a partir de 24 meses.

Fonte

Divulgação

Encontre a melhor franquia para você