Início / Notícias / Franquia / Franchising fecha 2023 com faturamento de R$ 240 bilhões

Franchising fecha 2023 com faturamento de R$ 240 bilhões

O valor nominal representa alta de 13,8% no acumulado dos 12 meses do ano passado.

Franchising fecha 2023 com faturamento de R$ 240 bilhões

Compartilhe:   

O franchising brasileiro está me franca expansão. Dados divulgados nesta quinta-feira (8) pela Associação Brasileira do Franchising (ABF), indicam que o setor mostrou recuperação acelerada em todos os seus segmentos e faturou mais de R$ 240 bilhões em 2023, o que representa crescimento nominal de 13,8% no período.

Entre os segmentos que puxaram o desempenho, destaque a alimentação e food service, saúde, beleza e bem-estar e hotelaria e turismo. Para 2024, a entidade representada pelo presidente Ton Leite estima que o setor tenha crescimento nominal de 10%, com alta de 5,5% no número de novas unidades franqueadas, 5% de novas marcas estreando no setor e alta de 5,5% de empregos no setor. 

“Esse é um marco importante ao setor. Isso mostra um descolamento do franchising dentro do varejo ampliado que não teve o melhor resultado no período”, explicou o presidente da entidade. 
Novos formatos, redes somando mais de mil unidades, retomado do setor hoteleiro e microfranquias colaboraram para o desempenho no período, mesmo o crescimento nominal de 2023 ter sido menor que o apresentado em 2022, quando o segmento cresceu 14,3%, quando comparado ao ano anterior (2021). 
Ainda assim, é um resultado expressivo, uma vez que em 2019/2020 o setor cresceu 6,8%, na pandemia decresceu com queda de 10,5% e agora em 2023, passada definitivamente a crise de Covid 19, o crescimento foi em 2 dígitos.

Setores e seu desempenho

Entre os segmentos delimitados pela associação, destaque a alimentação e food service que cresceu 17,9%, seguido por saúde, beleza e bem-estar, com alta de 17,5% e hotelaria e turismo, com alta 16,4%.

Para o presidente da ABF, o segmento de alimentação foi reforçado com o entendimento de que o delivery é um novo canal de venda e novo hábito de consumo dos consumidores brasileiros. “O delivery cresceu em share dentro dessas operações e se mostra estabelecido no segmento”, disse.

Já saúde, beleza e bem-estar foi reforçado pela consolidação das marcas e crescimento dos serviços ofertados pelas mesmas. Turismo e hotelaria tem se recuperado após o período pandêmico e surpreendido o setor, sendo o nicho que mais inovou quanto a novos modelos de negócios.

Matéria em atualização

*Por Flávia Milhassi Denone

PUBLICIDADE

Tem interesse no mercado de franquias?