Notícias / Franquia / Cidades do interior apresentam oportunidades para investimentos de franquias

Cidades do interior apresentam oportunidades para investimentos de franquias

Artigo: Empreendimentos na área de educação podem causar mais impactos em cidades interioranas

Compartilhe:   

Falar de franquias já é bem comum quando falamos sobre sua presença nos grandes centros urbanos brasileiros, mas levá-los para cidades interioranas talvez seja um desafio para algumas pessoas. Escolher um lugar para começar um negócio é um importante ponto para reflexão caso você considere ter uma franquia, principalmente na área de educação.

Nem sempre a cidade onde o empreendedor mora pode ser a única boa opção; existem outros lugares igualmente promissores, como as cidades menores, já que muitas delas também possuem o potencial necessário para receber as grandes franquias. 

De acordo com a ABF (Associação Brasileira de Franchising), 45% das cidades brasileiras não possuem unidades franqueadas instaladas. É possível observar que a ida de franquias para o interior ainda é um desafio e deve ser um ponto de atenção para o empreendedor. Contudo, antes de decidir onde empreender, é necessário conhecer o seu produto ou serviço e seu público-alvo, mesmo no mercado de educação. 

Como CEO do CEBRAC e com a minha experiência no mercado de franquias, posso afirmar que quando falamos sobre grandes capitais, o potencial de consumo é inegavelmente superior, mas a concorrência também é maior. Um centro de educação em uma grande metrópole não possui o mesmo impacto que um aberto em uma pequena cidade. Dentre muitos concorrentes, um município do interior pode ser a melhor opção para quem deseja crescer e consolidar a marca. 

Analisar a necessidade da comunidade e conhecer a concorrência são duas das principais questões que pesam ao ponderar sobre onde começar o seu negócio. Por ser uma grande franquia, o CEBRAC se atenta a todos os fatores que contribuem para a expansão e sucesso de seus franqueados.

Nem sempre um centro urbano pode ser o melhor lugar para empreender, visto que as cidades menores possuem outras vantagens bem atrativas. Optar por uma cidade pequena apresenta resultados satisfatórios benéficos para quem está começando seu negócio:

1.    Maior retenção de funcionários: o vínculo entre chefes e colaboradores pode ser maior, considerando a proximidade das relações entre as pessoas nas cidades interioranas.

2.    Menor concorrência: em variados segmentos de mercado, a concorrência será menos acirrada devido à menor concentração de empresas na cidade.

3.    Custos mais baixos: a saúde financeira é um dos fatores mais importantes em um empreendimento. Muitas cidades interioranas oferecem incentivos para a instalação de empresas que podem compensar positivamente no faturamento.

Uma franquia de educação aberta fora dos grandes centros também garante uma maior integração com seus clientes e alunos, e essa proximidade facilita a prospecção e um maior conhecimento sobre seu público-alvo. Devemos sempre lembrar que empreender é começar com os dois pés na frente e, seguindo a estratégia certa, será possível transformar o seu negócio em algo realmente sólido e reconhecido no mercado. 

 

Rogério Silva, CEO do CEBRAC

*Rogério Silva, CEO do CEBRAC e um dos Gurus da plataforma Sua Franquia 

PUBLICIDADE

Tem interesse no mercado de franquias?