Notícias / Finanças e Consórcio / Banco abre primeira unidade franqueada

Banco abre primeira unidade franqueada

Compartilhe:   

O Paraná Banco, braço financeiro do Grupo J. Malucelli com origem no Paraná, em 1979, inaugura hoje sua primeira unidade franqueada na região metropolitana de Curitiba, na cidade de Almirante Tamandaré. A projeção é alcançar, até o final do ano, entre 30 e 50 unidades franqueadas. O Paraná Banco é especializado em empréstimo consignado com uma carteira de crédito que somou R$ 523 milhões em 2006 e hoje conta com correspondentes em várias cidades brasileiras.

O banco foi fundado por Joel Malucelli, dono de um grupo de empresas em áreas como a de meios de comunicação, construção pesadas, energia, seguradora, hotéis e esporte, entre outras, no total mais de 30 negócios. O projeto de franquias é pioneiro no segmento e contou com a consultoria do Grupo Cherto. Afora o crédito consignado, as lojas também trabalharão com produtos diferenciados e exclusivos, além do suporte de uma unidade especializada.

O investimento inicial para uma franquia pode variar de R$ 15 mil a R$ 20 mil reais. Hoje, em sua sede, o banco assina sua primeira parceria de novos produtos que irão ser fornecidos pelas franquias: por ela os funcionários da Eletrolux, com sede na capital paranaense, poderão adquirir os produtos fabricados pela própria empresa, como geladeiras e aspiradores de pó, nos mesmos moldes e taxas do crédito consignado. De acordo com a diretora de franquias Nile Mannrich, ""um dos diferenciais da rede é a liderança do banco em números de convênios firmados com estados, prefeituras, tribunais e forças armadas"". Conforme a executiva, a franquia está em negociação com mais duas grandes empresas para realizar operação nos mesmos moldes da Eletrolux: o grupo Positivo e a Philips. ""A diferença é que, além das taxas menores, nós oferecemos parcelamento em até 36 vezes, contra 12 vezes do crédito ao consumidor.""

O Paraná Banco também prepara abertura de capital na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). O prospecto preliminar de distribuição pública de ações já foi submetido à avaliação da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). A empresa vai fazer uma oferta primária de papéis preferenciais (que não dão direito a voto) e que poderá ser acrescida de um lote suplementar em número equivalente a até 15% do total inicial e ainda uma quantidade adicional de até 20% do total inicial. Não há datas definidas para a reserva de ações nem o valor esperado para a operação e a quantidade de ações oferecidas.

Os recursos recebidos com a oferta serão usados para expandir a carteira de crédito consignado cujas operações, nos três últimos anos, cresceram a uma taxa média anual de 59,4%. A empresa aposta em contínuo crescimento deste mercado, que aumentou 67,6% no Brasil no período, enquanto o crédito ao consumidor expandiu-se em 30,2%. O Paraná Banco tem 132 milhões de ações ordinárias (com direito a voto) e seu maior acionista é a J. Malucelli Holding, do empresário Joel Malucelli, que detém 67,7% do total. O banco registrou lucro de R$ 42,5 milhões em 2006. (Gazeta Mercantil/Gazeta do Brasil - Pág. 11)(Norberto Staviski).

PUBLICIDADE

Tem interesse no mercado de franquias?