Vestuário, Restaurantes e similares são os segmentos que mais buscaram crédito entre janeiro e Março

Capital de Giro com prazos mais longos é alternativa para equilibrar a saúde financeira e minimizar os impactos da pandemia

O número de empreendedores em busca de crédito cresceu entre janeiro e março deste ano. Levantamento interno da Capital Empreendedor mostra uma elevação de 303% de interessados em tomar crédito na comparação com o 4º trimestre de 2020. Empresários dos segmentos de Comércio Varejista de artigos de Vestuário e Acessórios; Restaurantes; Lanchonetes e Similares, são a maioria.

 

Para Juliano Graff, presidente da Capital Empreendedor, os números devem continuar crescendo com o agravamento da pandemia. "A queda nas vendas e ofertas de serviços têm levado muitas a fecharem suas portas. Os empreendedores estão buscando alternativas para manter a saúde financeira de seus negócios".

 

Durante os três primeiros meses do ano, a Região Sudeste foi a que mais buscou por crédito digital na Capital Empreendedor, representando 62,7% dos novos clientes. Entre as cidades, destaque para São Paulo, Rio de Janeiro e Campinas.

 

"Com o aumento da Selic na última reunião do Copom e a expectativa de que a taxa dobre até o fim do ano, os financiamentos bancários só tendem a ficar mais caros. A hora para o empreendedor tomar crédito é agora", explica Graff. Para o executivo, uma alternativa mais acessível e segura para as empresas é o Capital de Giro com prazos de pagamento mais longos, para equilibrar a saúde financeira e minimizar os impactos causados pela pandemia em seus negócios.

 

Canais Digitais

 

Em um cenário no qual o crédito fica mais difícil e caro para os empresários, é cada vez mais necessário oferecer acesso a ferramentas de comparação e diversificação de crédito. O Open Banking chega nesse movimento de facilitação e democratização de empréstimos e de uma série de produtos financeiros.

 

Durante a pandemia, o crédito digital passou a ser mais conhecido pelo empresariado. Ainda assim, segundo pesquisa do Sebrae, apenas 12% dos empresários entrevistados já solicitaram empréstimos por meio de canais digitais.

 

Para facilitar a pesquisa por crédito dos empresários, a Capital Empreendedor faz todo o processo de busca por financiamentos com as melhores taxas em mais de 300 instituições em todo o país. "A falta de conhecimento de parte do empresariado sobre as opções existentes no mercado e como ter acesso a taxas mais acessíveis, leva muitos a procurarem linhas diretamente com seu banco de relacionamento, mas com juros mais altos", finaliza.

 

SOBRE A CAPITAL EMPREENDEDOR - A Capital Empreendedor é um marketplace de crédito para empresas, idealizado pelo empresário Juliano Graff, sócio da Master Minds, empresa de investimentos em participações. Trata-se de uma plataforma financeira digital que conecta as MPMEs tomadoras de crédito com mais de 300 instituições, entre Bancos, Fintechs, FIDCs e Empresas Simples de Crédito, com a comparação das melhores ofertas e condições do mercado. Toda a engrenagem da Capital Empreendedor está fundamentada no uso de ferramentas de Big Data, que processam os requisitos exigidos pelas instituições instaladas no Brasil e as informações de empresas interessadas em buscar crédito de curto, médio e longo prazos.

Encontre a melhor franquia para você

-->