Início / Notícias / Especial / Com queda da Selic e retomada da economia, franquias ganham força como boa opção de investimento

Com queda da Selic e retomada da economia, franquias ganham força como boa opção de investimento

Aquecimento econômico e números positivos do setor animam futuros franqueados

Com queda da Selic e retomada da economia, franquias ganham força como boa opção de investimento

Compartilhe:   

Com queda da Selic e retomada da economia, franquias ganham força como boa opção de investimento: Aquecimento econômico e números positivos do setor animam futuros franqueados


A queda da taxa básica Selic ao ponto mais baixo da história tem feito com que investidores repensem onde vão colocar seu dinheiro nos próximos meses. Nesse cenário, as franquias têm ganhado espaço como alternativa para quem tem dinheiro em caixa e busca maiores ganhos.

Quando a Selic cai, o rendimento das aplicações financeiras também cai. Sendo assim, opções como CDB, LCI, LCA e Títulos Públicos deixam de ser atraentes como antes – o que tem gerado incômodo principalmente entre os investidores mais arrojados.

Nesse contexto, uma alternativa que vem ganhando força são os chamados “investimentos produtivos”: aqueles que demandam a participação direta do investidor. As franquias, que pressupõem modelos de negócio comprovadamente bem-sucedidos, consolidados e replicáveis, são os exemplos mais representativos.

Os últimos resultados do setor são animadores. O mercado de franquias brasileiro registrou um crescimento nominal de 6,8%no 2º trimestre deste ano, em relação ao mesmo período do ano passado, de acordo com ABF (Associação Brasileira de Franchising). Quanto ao faturamento acumulado dos últimos 12 meses, o crescimento alcançado foi de 8,4%.

Na franquia de alimentação saudável Sucão, por exemplo, a previsão de rentabilidade por unidade da marca é de 2 a 4% ao mês – ou seja, bem acima dos 0,58% mensais gerados pelos investimentos que acompanham as variações da Selic. O aquecimento da economia que já vem sendo sentido e que deve se intensificar em 2018, também favorecerá futuros franqueados.

Os números e o cenário chamaram a atenção de José Antonio Ramos Oliveria. Aos 53 anos de idade, o economista e ex-executivo que fez carreira em empresas multinacionais, estava buscando opções para investir assim que saísse da companhia onde trabalhava. Ele, que sempre alocou suas economias no mercado financeiro, decidiu apostar na abertura de uma franquia. “Investir na Bolsa de Valores exige tempo e acompanhamento constante; e aplicações como CDB não estão mais tão vantajosas. Além disso, gosto de trabalhar e sempre tive o sonho de ter um negócio próprio. Por isso, me interessei pelo mercado de franquias”, conta.

Desde que deixou a carreira de executivo em março deste ano, passou a pesquisar, ler e participar de eventos e feiras de negócios. Assim, chegou até o Sucão. Para o ex-executivo, os produtos alinhados às tendências crescentes do ramo de alimentação saudável e o contato próximo que os proprietários da marca têm com os franqueados foram fatores decisivos no processo de escolha. “Para mim, começar um negócio do zero não seria viável porque teria que enfrentar uma curva de aprendizado maior. Levaria bem mais tempo até obter algum retorno”, diz ele.

Em novembro, a unidade sob sua responsabilidade, localizada no Shopping Parque D. Pedro, em Campinas (SP), abriu as portas. E a procura de novos candidatos a franqueados vem aumentando nas últimas semanas, de acordo com os proprietários da rede Sucão.

Especialistas confirmam que, de fato, esse é um excelente momento para as franquias. “A rentabilidade está especialmente atraente em comparação a outros investimentos indexados à taxa de juros, que vem caindo mês a mês”, comenta o economista e consultor de investimentos Mladen Dragosavac. A taxa de juros, que hoje está em 7%, deve cair mais, já que em sua última ata divulgada nesta terça-feira (12), o Copom (Comitê de Política Monetária) avaliou que “uma nova redução moderada na magnitude de flexibilização na próxima reunião parece adequada”.

No entanto, segundo o especialista, não basta querer investir: ter perfil empreendedor e estar disposto a trabalhar é fundamental. “Os investimentos produtivos funcionam bem para quem se vê como dono de um negócio. O interessado precisa refletir se é ‘apenas’ um investidor; ou se é um ‘investidor empreendedor’. Essa diferenciação precisa estar muito clara”, alerta Dragosavac.

Para José Antonio, o mais recente franqueado do Sucão, o esforço do empreendedor vale a pena: “Apesar de já ter anos e anos de experiência profissional, eu ainda tenho muita energia e me sinto atraído por mudanças. Como franqueado, estou trabalhando bastante, mas acordo feliz e me sinto extremamente realizado”.

Sobre o Sucão

Sucão faz parte da história de Campinas (SP). A lanchonete é um ícone da região central desde sua inauguração, em 1975, quando misturas ousadas encantavam os clientes que passavam pela movimentada avenida Benjamin Constant. O famoso balcão já presenciou pedidos de diversas gerações de frequentadores fiéis, conquistados por receitas exclusivas, como os sucos 3 em 1 e Stilk, que se mantêm até hoje no cardápio.

30 anos depois, era hora de crescer. De olho no potencial e na praticidade intrínseca aos centros comerciais, a segunda loja foi instalada em 2005 na praça de alimentação do Shopping Prado. Em seguida, vieram as unidades do Shopping das Bandeiras e do Galleria Shopping.

Em 2014, mais uma novidade: o Sucão entra de cabeça no franchising, abrindo sua primeira franquia no Shopping Unimart.Hoje, já são 13 unidades em operação, espalhadas pelo Estado de São Paulo e em Porto Alegre (RS), nos formatos de lojas ou de quiosques.

Em comum a todos os estabelecimentos, estão as misturas clássicas e inovadoras que saem dos liquidificadores pilotados com maestria pelos suqueiros para oferecer os melhores sucos naturais, combinados e funcionais, vitaminas e smoothies(combinação de frutas batidas com frozen iogurte). Sanduíches quentes e frios, saladas e açaí (sem conservantes e sem estabilizantes) também compõem um menu fresco, colorido, saudável e extremamente saboroso.

A mais última novidade são os pratos quentes exclusivos, como escondidinhos, sopas e grelhados (filé de tilápia ou filé de frango) com acompanhamentos. Para isso, foi desenvolvida uma cozinha central com produção e distribuição própria.

No Sucão, a qualidade está presente em todas as etapas: desde a escolha criteriosa das frutas buscadas diretamente na CEASA (Centrais de Abastecimento de Campinas) até a criação de misturas por meio do desenvolvimento de fórmulas únicas - sempre sob orientação nutricional que garante a extração e o uso das melhores propriedades de cada ingrediente. Não à toa, levou por sete vezes consecutivas o título de melhor suco da região, concedido pela revista VEJA Campinas. Em 2017, no Prêmio ABF+RDI Design, recebeu os troféus de Design de Embalagem (1º lugar) e de Projeto Arquitetônico de Quiosque (2º lugar).

Sob o comando dos jovens sócios Antonio Ricardo Mesquita – filho do fundador –, Filipe Falcão Henrique Soré, a marcacresce a cada dia e se moderniza, sem perder de vista sua essência e filosofia, que conquistaram a confiança e o paladar dos campineiros há mais de 40 anos.

Clique aqui e saiba como abrir uma franquia Sucão

PUBLICIDADE

Tem interesse no mercado de franquias?