Internacionalização de franquias requer persistência para alcançar o sucesso

Conheça a trajetória internacional de Nutty Bavarian, Prepara Cursos e iGUi na internacionalização de franquias

Internacionalização de franquias requer persistência para alcançar o sucesso: Conheça a trajetória internacional de Nutty Bavarian, Prepara Cursos e iGUi na internacionalização de franquias


Depois de fortalecerem sua atuação no Brasil, muitas franquias optam pela internacionalização como uma alternativa para atuar em mercados mais estabilizados e menos suscetíveis a flutuações econômicas.

As primeiras etapas desse processo não são fáceis, mas a persistência e o planejamento financeiro podem levar ao sucesso. “Por exigir investimento alto, a escolha pode representar muito mais do que a marca pode investir. Por isso, antes mesmo de partir para mercados internacionais, o empresário deve procurar uma consultoria, para um estudo de oportunidades de expansão, suas vantagens e desvantagens de operação” orienta Claudia Bittencourt, do Grupo Bittencourt.

Segundo a consultoria empresarial, já são 138 marcas de franquias brasileiras presentes em 80 países - 46% com operações e o restante com exportação de produtos. Os destinos mais procurados são EUA, pela aceitação de diversos produtos e multicultura da sua população, Paraguai pela proximidade com a cultura e também geográfica que favorecem a integração entre franqueadora e franqueados e Portugal pela facilidade de comunicação. “Acredito que o que determina o sucesso do negócio não é o local em que está instalada a rede e sim, quem está à frente, sua dedicação e a vontade de fazê-lo prosperar”, explica Claudia.

Com isso, nesse processo, uma das etapas mais importantes é o estudo da estrutura jurídica de cada país, para entender como se adequaria o negócio ao sistema local, além de buscar proteger a propriedade intelectual no país de destino, visto que a marca e o know how do franqueador são seus principais ativos.

Confira agora a experiência de três redes de franquias no exterior: Nutty Bavarian, Prepara Cursos e iGUi. 

Nutty Bavarian

A Nutty Bavarian, rede pioneira e especializada em grãos torrados e glaceados, inaugurou a primeira unidade em março de 2016 nos Estados Unidos e atualmente conta com oito pontos no país, sendo sete na Florida e uma na Carolina do Norte. Embora seja uma marca originalmente americana trazida para o Brasil há 20 anos, ao longo do tempo, a versão brasileira acabou ganhando um modelo de negócios bem diferente do original.  No Brasil, por exemplo, a marca explora basicamente shoppings e aeroportos e lá não.

A oportunidade de internacionalização da Nutty Bavarian surgiu durante um curso de pós-graduação do CEO da empresa, Daniel Miglorancia. “Juntando a ideia de crescer com a condição atual da economia do Brasil e a feliz coincidência deste curso, pude trabalhar no planejamento estratégico detalhado para o crescimento do negócio no exterior”, comenta o CEO.

Quando a matriz tomou conhecimento do tal planejamento, logo o convidou a levar o “brazilian way” para lá, entendendo que isso agregaria valor à marca como um todo e que valeria a pena mostrar ao público americano a versão brasileira das “nuts, sob uma nova marca, a “The Magic Bavarian Nuts”.

A empresa brasileira teve que adaptar seus produtos à cultura local, mas o quiosque americano é idêntico ao brasileiro, tem suporte para os equipamentos e matéria-prima da matriz americana, mas toda a gestão de funcionários e de produtos é feita pela rede brasileira.

Mas nem tudo são flores nesse processo e Miglorancia relatou dois desafios inesperados na operação americana. Um foi com à mão de obra, que por não ter uma lei trabalhista, o empregado também tem maior liberdade de sair da empresa quando bem quiser, sem aviso prévio nenhum – o que faz com só ofertas interessantes sejam valorizadas pelos funcionários. Outro desafio é a sazonalidade muito forte dos meses de inverno nos Estados Unidos. “Em janeiro e fevereiro, os shoppings esvaziam de uma forma assustadora e, consequentemente, o faturamento das operações nestes meses cai de forma pesada, gerando um impacto significativo no resultado da operação”, esclarece.

 

Prepara Cursos

Já o Grupo Prepara, detentor da maior rede de cursos profissionalizantes do Brasil, a Prepara Cursos, também expandiu recentemente sua atuação no mercado internacional.  Reconhecida como a maior franquia do país no segmento de cursos profissionalizantes e com mais de 600 unidades distribuídas por todo o Brasil, a empresa inaugurou a primeira unidade da marca em Angola, localizada no principal centro comercial de Cazenda, cidade de Luanda. A unidade oferece mais de 80 cursos de diversas áreas de atuação para o público angolano.

A empresa optou por abrir mercado em Angola, pois pesquisou que é um dos mercados mais procurados pelo setor de franquias pelo grande potencial - segundo o Fundo Monetário Internacional (FMI), o país terá um crescimento econômico de aproximadamente 30% em 2017.

“Acreditamos no potencial do país e sabemos que a região anseia por educação de qualidade, por isso decidimos ampliar a nossa marca neste território. É extremamente motivador ver nossa rede progredindo ao redor do mundo”, comenta Rogério Gabriel, fundador e presidente do Grupo Prepara. 

 

iGUi

Em contrapartida, a iGUi, rede de franquias de piscinas em fibra de vidro do mundo, já está em processo de internacionalização avançado, com presença em 40 países. Atualmente, a marca, que já contabiliza mais de 330 lojas iGUi e 200 unidades da franquia iGUi Trata Bem no Brasil, tem mais de 170 unidades no exterior.

Do total dos negócios fechados no exterior, metade estão na Argentina. Segundo Luiz Filipe Sisson, presidente e fundador da iGUi, a internacionalização deu-se início no fim dos anos 90, quando uma empresa argentina os procurou para revender as piscinas da iGUi por lá. Pouco depois a crise se instaurou naquele país, atrapalhou os negócios, mas, ao invés, de dar o caso como encerrado, Sisson optou por recuperar a empresa parceira. E, assim, acabou instalando uma unidade fabril no país, na província de Santa Fé, dando o primeiro grande passo para hoje em dia deter 60% do mercado argentino na venda de piscinas. Vale dizer que quando a marca chegou ao país não tinha concorrentes, hoje há quatro.

Em 2008, a iGUi implantou o sistema de franquias no Brasil e alguns anos depois na Argentina. E, na sequência, replicou toda essa expertise de expansão em Portugal, México, Caribe, Dubai, Jordânia e assim por diante. “A grande estratégia da empresa é levar as unidades fabris e replicar o que temos no Brasil lá fora, cultivando sempre a relação e a troca de experiência com cada país”, esclarece Sisson.

É interessante observar que a operação fabril argentina e mexicana da rede iGUi é gerida por funcionários brasileiros - talvez por uma questão cultural, assim como outras operações internacionais da rede. 

Encontre a melhor franquia para você