Amazon pode abrir loja física com funcionários robôs

Tendências de automatização de processos e atendimento pode ser inspiração para o varejo e para o franchising

Amazon pode abrir loja física com funcionários robôs: Tendências de automatização de processos e atendimento pode ser inspiração para o varejo e para o franchising


A Amazon está planejando uma loja automatizada de dois andares cujo staff será formado principalmente por robôs, um modelo que minimizaria funcionários humanos a apenas três colaboradores por andar e eliminaria as responsabilidades de caixa (margens de lucro operacional superiores a 20%).

O nível superior da loja instalaria robôs para escolher produtos para levar aos compradores, enquanto o piso inferior ofereceria produtos e outros itens que os consumidores tendem a preferir. A loja também poderia incluir uma farmácia e outros recursos.

O conceito desse tipo de loja suportaria um máximo de 10 funcionários em um determinado momento - por exemplo, um gerente cujas responsabilidades incluem a inscrição de clientes para a entrega de mantimentos Amazon Fresh e outros serviços, funcionários para reabastecimento de prateleiras e facilitadores de entrega no drive-thru. "Não temos planos de construir uma loja como essa", disse um porta-voz da Amazon ao New York Post.

Se for verdade – coisa que a Amazon insiste não ser - tal movimento continuaria a propensão da Amazon para automatizar tarefas que são mais eficientes e lucrativas se realizadas por robôs. A automatização tornou-se cada vez mais arraigada às operações de comércio eletrônico da Amazon desde que a gigante do comércio eletrônico comprou a empresa de tecnologia Kiva Systems Inc. em 2012.

A varejista também está testando uma loja de conveniência, a Amazon Go, que elimina o atrito ao verificar automaticamente os compradores. "O consumidor não precisa de assistência humana no check-out. Nels Stromborg, vice-presidente executivo da Retale, uma plataforma de compras baseada em localização, com circulação semanal de mais de 110 dos maiores varejistas para dispositivos móveis e digitais. "Você não precisa de dinheiro ou cartões de crédito, apenas seu telefone e uma conta da Amazon".

Será uma tendência para o varejo e para o franchising? Resta ver as cenas dos próximos capítulos.  

Encontre a melhor franquia para você

-->