Início / Notícias / Eletrônico e Tecnologia / Atenção! Veja 10 tendências tecnológicas que vão impactar as empresas em 2023

Atenção! Veja 10 tendências tecnológicas que vão impactar as empresas em 2023

Ferramentas estão ganhando espaço no cotidiano e as corporações precisam se planejar para incorporar as soluções e não ficar obsoletas

Atenção! Veja 10 tendências tecnológicas que vão impactar as empresas em 2023

Compartilhe:   

O ano de 2022 trouxe para o Brasil o início da implantação da tecnologia 5G, que em 2023 trará grande avanço de inovação para todos os setores e empresas de todos os tamanhos. A adaptação às novidades trazidas pelo Metaverso e pela Internet das Coisas não é mais uma escolha e sim um item obrigatório para quem quer continuar competitivo.

O diretor de negócios da InfoWorker, Josney Rodrigues Lara, explica que é fundamental as empresas realizarem um planejamento de seus avanços tecnológicos atentas às novidades e demandas do mercado. “Muitos dos novos processos já são uma realidade para grandes corporações. Porém, 2023 será um ano decisivo, em que todas as corporações precisarão se adaptar, mesmo que com um plano de médio prazo. Não há mais como estar de fora dessa teia tecnológica e todos os avanços. Caso contrário, a empresa corre o risco de ficar obsoleta e perder competitividade no mercado”.

Com base em relatório de tendências de grandes empresas do setor como a Gartner, por exemplo, o especialista lista quais são 10 principais ferramentas que as empresas precisarão mirar em 2023:

1. Metaverso

Experiência em realidade aumentada, gêmeos digitais e todas as facilidades que a plataforma da Meta oferece para experiência do consumidor. Essas ferramentas estão sendo utilizadas por empresas de todo o mundo para aumentar as vendas. “Em breve, isso fará parte do cotidiano dentro e fora do meio corporativo. Quando o consumidor começar a experimentar comprar com seus avatares, não vai querer mais comprar sem essa imersão no produto”, comenta o especialista.

2. RPA

O uso de robôs, ou seja, softwares comandados por códigos de computador, diminuem processos, aumentam a eficiência e contribuem com os fluxos em todos os setores das empresas. O RPA – ou Robot Process Automation – é a automação que transforma informações, processos em padrões. Assim, algoritmos são capazes não apenas de executar ações programadas, mas de aprender novas funções. A ferramenta entende os comandos que seriam executados por uma pessoa real. “Não substitui o trabalho humano, mas evita desperdício de funções que podem ser realizadas de forma automatizadas”, explica Josney.

3. 5G

Após o leilão das frequências disputado pelas operadoras em 2022, no próximo ano virão facilidades em equipamentos, com uma velocidade e interconectividade muito maior do que os utilizados atualmente. As empresas devem investir em inovações próprias ou terceirizadas para oferecer o melhor para seus clientes.

4. Token

As transações financeiras deverão ser cada vez mais seguras, por isso protegidas por chaves criptografadas. Essa tecnologia ajudará na redução de custos e na segurança das relações B2B e B2C.

5. ESG na tecnologia

A agenda ambiental, social e de governança (da sigla ESG) encontrou na tecnologia um poderoso aliado. Com a inovação, consegue-se diminuir o consumo de energia, diminuir pegada de carbono, melhorar o ambiente de trabalho para os colaboradores e um controle maior na gestão. Ou seja, o investimento em tecnologia é fundamental para estar conectado com os propósitos ESG.

6. Ferramentas de cibersegurança

Assinaturas digitais, biometria e verificação de privacidade são alguns dos mecanismos cada vez mais solicitados. Com as exigências da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), as empresas deverão se adaptar a essa nova forma de tratar dados pessoais de clientes, fornecedores e colaboradores.

7. Inteligência de dados

Essa exigência já existe hoje e precisará ser cada vez mais aperfeiçoada. Coletar informações sobre o negócio, o setor, os consumidores, entender o que desejam ajuda na estratégia de vendas.

8. Plataforma em nuvem

O sistema em nuvem garante segurança no depósito dos dados, além de não ter limitação de espaço como os sistemas físicos. Pessoas autorizadas podem compartilhar informações, bastando acesso à internet. Um dos mais populares é o Office 365 da Microsoft (que agora está sendo chamado de Microsoft 365) e traz no pacote tanto ferramentas de uso doméstico, como Word, Excel, PowerPoint, e outras específicas para o mundo corporativo, como Sharepoint ou recursos para intranet.

9. Engenharia de plataforma

É um trabalho feito por um profissional que programa códigos que fazem o elo entre softwares e hardwares. Eles envolvem e mantêm todos os sistemas, garantindo segurança de aplicativos, por exemplo, que são fundamentais no mundo dos negócios.

10. Social Business

A relação com os consumidores é cada vez mais valorizada para a fidelização. E o Social Business atua com comunidades de funcionários, fornecedores, parceiros, entregando soluções personalizadas.

Fontes:

InfoWorker

Gartner

PUBLICIDADE

Tem interesse no mercado de franquias?