Início / Notícias / Casa e Construção / 10 dicas práticas para atuar no ramo de materiais de construção

10 dicas práticas para atuar no ramo de materiais de construção

Sebrae relacionou fatores importantes para a boa gestão de operações no ramo, como é o caso de unidades franqueadas

10 dicas práticas para atuar no ramo de materiais de construção

Compartilhe:   

10 dicas práticas para atuar no ramo de materiais de construção: Sebrae relacionou fatores importantes para a boa gestão de operações no ramo, como é o caso de unidades franqueadas


Alguns fatores são essenciais para o sucesso de uma loja do comércio varejista de material de construção. Pensando nisso, o Sebrae elaborou uma lista que aponta quais são os dez pontos que mais precisam de atenção no dia a dia do negócio.

Veja abaixo 10 dicas práticas para aumentar as vendas e melhorar o desempenho de negócios no ramo de construção, como é o caso de unidades franqueadas.

1. Posicionamento de mercado

Defina bem o público-alvo na sua região de atuação como franqueado, faça pesquisas de mercado e implemente estratégias de preço e promoções para os clientes, de acordo com o perfil deles.

2. Gestão de produtos

Organize os produtos por categoria, analise as necessidades dos clientes e faça um controle rígido do estoque de mercadorias.

3. Controles financeiros

Mantenha o registro do fluxo financeiro da loja e planeja os investimentos necessários para aprimorar os resultados do negócio.

4. Comodidade

Ofereça acesso à loja sem complicações, como estacionamento e boa localização, além de facilidades de pagamento e possibilidade de entrega dos materiais em locais escolhidos pelos clientes.

5. Parcerias

Tenha um bom relacionamento com fornecedores e profissionais e empresas de produtos e serviços complementares.

6. Marketing de relacionamento

Conheça as necessidades e as expectativas de compra dos clientes, aproximando-se deles, e foque uma estratégia de relacionamento que leve em conta os objetivos do negócio.

7. Gestão de processos

Invista na melhoria dos processos de compra e venda da loja e mantenha um controle dos indicadores do negócio, para conseguir atingir metas de redução de custos e de aumento de vendas, por exemplo.

8. Gestão de estoque

Mantenha um registro dos fornecedores e produtos do estoque, controlando as baixas e a necessidade de novos materiais, por meio de um sistema informatizado.

9. Layout da loja

Organize os produtos por categorias. Os de maior fluxo de vendas devem ficar em pontos estratégicos, para o que cliente possa visualizá-los com mais facilidade. A ideia é deixar a circulação pela loja a mais fluida possível.

10. Atendimento

Capacite continuamente os funcionários sobre os produtos e serviços oferecidos e ensine a eles novas técnicas de venda. Com isso, é possível gerar vendas adicionais no processo de compra.

Fonte: Sebrae

 

PUBLICIDADE

Tem interesse no mercado de franquias?