Início / Notícias / Casa e Construção / Portobello investe R$ 86 mi em nova fábrica para grandes formatos

Portobello investe R$ 86 mi em nova fábrica para grandes formatos

Portobello investe R$ 86 mi em nova fábrica para grandes formatos

Compartilhe:   

A Portobello, empresa líder no segmento de revestimentos cerâmicos no Brasil e na América do Sul, está investindo R$ 86 milhões na construção de uma nova fábrica e na expansão e modernização de sua unidade em Tijucas. O objetivo do projeto é triplicar a produção de porcelanato esmaltado em grandes formatos já no próximo ano. “O design e a inovação tecnológica dos grandes formatos tem conquistado consumidores e arquitetos do Brasil e do exterior. A demanda é crescente e vem acompanhada de um desejo de personalização e estilo cada vez maior. No Brasil, já existe uma demanda reprimida neste segmento. Além disso, este tipo de produto tem maior valor agregado, diferenciação estética e competitividade internacional”, afirma Cesar Gomes Junior, presidente da Portobello.
 
O projeto, que já teve início com a terraplanagem do terreno e a aquisição das máquinas, está baseado também nas perspectivas futuras da construção civil. Segundo dados de entidades setoriais (ABRAMAT, ANFACER, ANAMACO e IBGE), o setor de revestimentos cerâmicos deve apresentar em 2013 um crescimento de 6 a 7%, número superior ao PIB Nacional (3 a 4%), ao PIB da Construção Civil (4 a 5%) e ao mercado de materiais de construção (5 a 6%). Em 2013, a meta da Portobello é manter a taxa de crescimento das vendas em 20%, igualmente ao que vem apresentando nos últimos 5 anos. 
 
“O crescimento da renda das famílias, a oferta abundante de crédito em condições mais favoráveis, a realização de grandes obras de infraestrutura e reformas no mesmo ritmo dos novos lançamentos abrem caminho para um desenvolvimento constante de nosso setor nos próximos anos”, ressalta o presidente da Portobello. Para Cesar Jr., o porcelanato esmaltado da Portobello é competitivo frente à concorrência internacional, inclusive chinesa.
 
A nova fábrica
A Portobello está empregando a tecnologia mais avançada na área de revestimentos cerâmicos em fornos, prensas, central de massas, linhas de esmaltação, impressão digital e linhas de retíficas. A planta terá um grau elevado de automatização, rígidos padrões de segurança e qualidade. As obras incluem também a ampliação e modernização das fábricas já existentes. Ao todo, a intervenção vai atingir quase 50 mil m² de infraestrutura de área coberta. Quando a nova fábrica estiver em operação completa (programada para o segundo semestre de 2013), serão criados 130 empregos diretos e cerca de 390 indiretos.
 
 “O investimento reforça nosso compromisso com o crescimento do estado de Santa Catarina, gerando novos empregos e impostos”, ressalta Cesar Gomes Junior. No campo da sustentabilidade, assim como as demais plantas da Portobello, a nova fábrica terá um sistema de tratamento de efluentes em circuito 100% recirculado (zero efluente). Além disso, estão previstos ganhos em consumo energético, reaproveitamento de resíduos gerados no processo fabril e expressivas reduções no consumo de água.
 
Produtos, distribuição e resultados
A produção da nova planta será voltada ao porcelanato esmaltado, tipo de revestimento cerâmico mais resistente, com aplicação de esmalte e diversos tipos de acabamento, o que permite resultados únicos de design e performance técnica. Com este perfil, a Portobello já possui produtos que reproduzem em porcelanato os materiais essenciais da arquitetura, como pedras, mármores, madeiras e cimentos. Os grandes formatos trazem um toque mais sofisticado e clean aos ambientes, deixando-os únicos e diferenciados.
 
Tendência mundial, os grandes formatos ampliarão a competitividade da Portobello no mercado externo e consolidarão a posição de liderança no mercado nacional. Esta nova produção vai potencializar os canais de distribuição varejo multimarca, construtoras e, especialmente, as 120 lojas da Portobello Shop espalhadas em todo o País.
 
A expansão do parque fabril e da capacidade de produção terá impactos relevantes nos resultados da empresa. “Além da expansão, teremos um ganho efetivo de eficiência, lucratividade por produto, redução de custos fixos, aprimorando nossos indicadores de competitividade”, afirma o presidente da Portobello.

>> Conheça o modelo de franquia da Portobello Shop
>> Assista no Sua Franquia TV: Entrevista com Guilherme Siriani, coordenador de expansão da Portobello Shop

PUBLICIDADE

Tem interesse no mercado de franquias?