Início / Notícias / Casa e Construção / Empresa do Paraná constrói casa ecológica em 12 horas

Empresa do Paraná constrói casa ecológica em 12 horas

Empresa do Paraná constrói casa ecológica em 12 horas

Compartilhe:   

Uma construtora paranaense firmou parceria com um grupo alemão para produção em larga escala no país de edificações em wood frame, um sistema construtivo que agiliza processos e reduz o impacto ambiental na construção civil. Nesta sexta-feira (5), a empresa Kürten, especializada no ramo de casas pré-fabricadas, demonstra que é possível construir, em apenas 12 horas, uma residência de 120 metros quadrados, com esta tecnologia. A iniciativa faz parte da estratégia de lançamento da rede de franquias Kürten Haus-Systeme Ltda, que será oficialmente apresentada no dia 19 de agosto.

Segundo o empresário Waldemir Kürten, o sistema construtivo já vem sendo adotado no país, mas de maneira ainda artesanal e em menor escala. Para popularizar este tipo de construção no país, a Kürten vai investir inicialmente US$ 20 milhões para implantar, em Curitiba, uma indústria de casas pré-fabricadas para impulsionar a rede de franquias. O empreendimento vai ocupar área de 100 mil metros quadrados e deve gerar mais de mil empregos diretos.

"O que o complexo industrial terá de novo são os equipamentos de tecnologia alemã, que garantem a informatização de todo processo. O resultado é uma maior produtividade, rapidez e qualidade, já que em ambiente industrial não há problemas com questões climáticas, desvio de materiais e mão de obra não qualificada, algo comum nos canteiros de obra", diz Kürten.

Do ponto de vista ambiental, as construções em wood frame contribuem para reduzir a emissão de poluentes, já que quase não há desperdício de materiais e há o emprego de matéria prima regional (90% da madeira utilizada na indústria será do Paraná, maior produtor de pinus do país). Único material de construção renovável, a madeira de reflorestamento faz o sequestro de carbono, contribuindo para a redução do efeito estufa, ao invés de agravá-lo. "Do ponto de vista econômico a popularização deste tipo de construção no país também é um reforço à indústria de reflorestamento nacional", explica Kürten. Segundo ele, a emissão de CO2 neste tipo de construção pode ser até 80% inferior que as convencionais.

Para o consumidor final o sistema garante uma obra limpa e seca. Com a estrutura de paredes, piso e forro saindo prontas da fábrica, é possível erguer a casa em apenas 12 horas. Com o emprego de sistemas de isolamento, as habitações apresentam grande conforto térmico e acústico. Os projetos, personalizados de acordo com o cliente, permitem a automatização dos sistemas elétricos, utilização de aquecimento solar e de fotovoltaico, além de captação de água de chuva para reutilização. A fábrica de wood frame para construção da casa mais sustentável do Brasil começa a ser construída no segundo semestre e será a primeira a ser construída no complexo industrial da Kürten.

Um impasse à popularização de novos sistemas construtivos no país é dificuldade de se adequar às exigências brasileiras, para garantir linhas de financiamento de longo prazo. "A introdução de novas tecnologias construtivas é uma necessidade para o país, que tem um déficit de 7 milhões de moradias. Vamos buscar esta homologação, que vai permitir no futuro a todas as classe econômicas investir em uma habitação sustentável", afirma o empresário.

PUBLICIDADE

Tem interesse no mercado de franquias?