Início / Notícias / Alimentação e Food Service / Spoleto, Koni Store e Domino’s Pizza participam da ABF Franchising Expo

Spoleto, Koni Store e Domino’s Pizza participam da ABF Franchising Expo

Holding UMBRIA, uma empresa 100% brasileira de gestão de food service

Spoleto, Koni Store e Domino’s Pizza participam da ABF Franchising Expo

Compartilhe:   

Expansão nacional, principalmente no estado de São Paulo, e lançamento de novos modelos de negócios são o foco das redes de alimentação Spoleto, Koni Store e Domino’s Pizza durante a ABF Franchisign Expo 2009. As três formam a holding UMBRIA, uma empresa 100% brasileira de gestão de food service que atua nos segmentos fabril e de varejo, com foco no cliente e em gestão de pessoas.

KONI STORE COMEMORA SUA CHEGADA A SÃO PAULO

Considerada um dos casos de sucesso do país, a rede carioca de comida japonesa e contemporânea Koni Store abriu sua primeira filial em São Paulo há pouco mais de um mês, na Alameda Jaú, com amplos planos de expansão. Mais três lojas, uma própria e duas franquias, já estão em obras com previsão de abertura até agosto de 2009 e a empresa estima assinar ainda sete contratos de franquia no mesmo período.

A estratégia do Koni Store é entrar e crescer em São Paulo inicialmente com restaurantes de rua e, posteriormente, partir para os de shopping center. As novas unidades serão na Vila Olímpia, Vila Madalena e Joaquim Floriano.

Durante a ABF, o Koni também estará na praça de alimentação com um quiosque. No aconchegante espaço, os participantes da feira poderão conhecer um pouco mais a marca, degustar os produtos e entender o conceito que encantou os cariocas e vem conquistando o país.

O Koni Store hoje está presente em seis estados/capitais (Brasília, Belo Horizonte, Vitória, Rio de Janeiro, Curitiba e São Paulo) com 34 lojas, a maior parte no Rio de Janeiro, onde inaugurou sua primeira filial especializada em temakis em 2006. A meta é finalizar 2009 com mais 12 restaurantes.

- A rede já dobrou desde que entrou para a holding Umbria, em fevereiro de 2008. Estimamos fechar o ano com o triplo de unidades e consolidar a marca em São Paulo. A feira será uma grande oportunidade de apresentarmos a proposta inovadora, capaz de unir a culinária japonesa e contemporânea de forma a oferecer uma experiência de consumo inconfundível, diferente das demais temakerias - declara Michel Jager, sócio-fundador do Koni Store.

A rede apresentou em 2008 faturamento de aproximadamente R$  25,3 milhões. A projeção é crescer 26% neste ano e finalizá-lo com R$ 31,9 milhões. O investimento inicial de uma franquia do Koni Store é a partir de R$ 320 mil (sem a taxa de franquia e o ponto comercial) para uma loja de 60m2, com prazo médio de retorno de 28 meses e faturamento médio mensal de R$ 105 mil. Há ainda mais dois modelos de negócios para tamanhos de 60 a 90m2 e acima de 90m2.

DOMINO’S PIZZA QUER O MERCADO PAULISTA


Controlada pelo Grupo Umbria desde 2004, a Domino’s Pizza está pronta para voltar a expandir a rede no estado de São Paulo, um dos mais concorridos mercados de pizza do mundo. A meta é fechar 2009 com mais sete novos contratos de franquias no estado.
“Já conseguimos reverter a situação da marca no mercado carioca, onde hoje é líder em delivery. Duas lojas entraram recentemente para o grupo das que faturam mais de um milhão de dólares por ano”, revela o diretor-geral da Domino´s Brasil, Roberto Fiani. Segundo ele, a rede vem se beneficiando da experiência e da estrutura da holding Umbria, que tem dez anos de mercado e controla a rede Spoleto, com 208 unidades, duas fábricas  e uma distribuidora, além de todo o apoio da central de serviços compartilhados.

A estratégia para 2009 é abrir novas franquias na Grande São Paulo, litoral e interior em um raio de até 100km da central de produção da cidade de São Paulo. A preferência é por candidatos que queiram ter mais de uma loja. O projeto de expansão incluiu um trabalho de mapeamento sócio-demográfico com a delimitação das áreas de entrega de cada loja a ser inaugurada, preservando a região de cada futuro franqueado. Ele foi realizado pela ION, mesma empresa que atende Outback, Starbucks e outras grandes redes.

Na opinião da diretora de expansão do Grupo Umbria, Renata Rouchou, a grande vantagem para os novos franqueados é ainda poder escolher entre inúmeras regiões com excelente potencial para o negócio. “Como estamos iniciando a expansão em São Paulo, todas as áreas mapeadas apresentam um potencial de consumo de mais de 20 mil domicílios das classes A/B, portanto regiões bem valorizadas”, diz. “Nosso estudo separa as áreas exclusivas de delivery sempre com base nas premissas da Domino´s Internacional e com a segurança de que o tempo de preparo e entrega dos produtos não exceda 30 minutos após o pedido” completa.

Para ganhar clientes na cidade com mais alto consumo de pizzas no mundo, a Domino´s aposta na eficiência de seu sistema de entregas – que garante ao cliente a pizza grátis se forem ultrapassados 30 minutos do pedido – e na força da marca entre os jovens consumidores. Em 2008, duas novas lojas próprias foram abertas na cidade de SP e ambas já estão operando acima da expectativa para o período de maturação. 

 “Nosso produto é formatado especialmente para as entregas e isso é um grande diferencial em São Paulo, além da qualidade. A pizza chega na casa do consumidor na temperatura ideal para o consumo e no prazo máximo de meia hora”,  diz Roberto Fiani.

Atualmente, a Domino’s Pizza conta com quatro lojas (três próprias e uma franquia) na capital paulista: Vila Olímpia, Jardins, Perdizes e Bandeirantes. A rede está presente ainda nos estados do Rio de Janeiro (10 próprias e cinco franquias), Minas Gerais (duas franquias), Rio Grande do Sul (uma franquia) e no Distrito Federal (quatro franquias), totalizando 26 unidades. A empresa é hoje líder em delivery de alimentação no mundo, marcando presença em 65 países e com forte apelo entre os jovens. A rede brasileira já ganhou prêmios na Domino’s internacional concorrendo com 60 países em lançamento de produto e melhor treinador internacional, entre outros. O potencial do mercado brasileiro é considerado pela matriz norte-americana um dos mais promissores para a consolidação da marca, ao lado da China.
 

SPOLETO COMPLETA 10 ANOS DE CARA NOVA E LANÇA MODELO COMPACTO DE NEGÓCIOS

O Spoleto está em festa! A maior rede de culinária italiana do país acaba de completar 10 anos e vai comemorar a data com mudanças e inovações ao longo de 2009. Algumas serão expostas durante a ABF Franchising Expo 2009, que acontece de 17 a 20 de junho em São Paulo. A empresa, que passa por um profundo processo de branding da marca, chega ao evento de cara nova - modernizou a logomarca e a identidade visual das lojas - e com novo modelo de negócio compacto voltado principalmente para postos de gasolina.

É a primeira mudança significativa da identidade visual da rede. Ao completar uma década, a empresa quer reforçar os valores essenciais à marca e incorporar uma imagem mais atual e contemporânea. A nova logomarca está mais moderna e traz como grande inovação a criação de um ícone para a rede, a frigideira, desenhado na última letra O e que estará presente em toda a comunicação da rede. A agência carioca Packaging Brands assina o projeto, que teve um investimento de R$ 500 mil e culminará com a criação do brandbook Spoleto.

As lojas também já estão em processo de mudança. A partir de junho, ganham nova ambientação pelas mãos do escritório Valéria Araújo Arquitetura e Planejamento. O ícone (frigideira) será aplicado nos balcões, uniformes, displays, testeiras, cardápio etc. Os restaurantes ganharão também um ar mais contemporâneo e clean. As primeiras unidades a passar por esta transformação serão as dos shoppings Villa Lobos, em São Paulo, e BarraShopping, no Rio de Janeiro.

- Concluímos uma década como líder no segmento de culinária rápida italiana e aproveitamos o momento para reavaliar nossos valores e proposta de negócio, para que sejamos mais do que conveniência. Queremos ser um local de desejo, uma experiência completa de consumo. Em breve lançaremos um novo formato de restaurante, com o  qual esperamos abordar novos perfis de consumidores - declara Eduardo Ourivio, vice-presidente da holding Umbria, detentora da marca Spoleto.

Em 2008, o Spoleto lançou um modelo compacto de negócio, voltado para pequenos malls, prédios corporativos e, principalmente, para postos de gasolina e lojas de conveniência. O sucesso do lançamento levou a rede a investir mais neste último segmento e aprimorar sua proposta.

O Spoleto apresenta agora um novo projeto compacto focado em postos de gasolina, mas que também pode ser usado em shoppings pequenos, faculdades e locais que não podem usar gás. Ele segue os mesmos padrões do restaurante tradicional, mas é formado somente por forno e pista fria de ingredientes. Pode ser montado em ambientes com, no mínimo, 20m2 e o investimento é a partir de R$ 150 mil. A empresa já inaugurou seis unidades desde 2008 e projeta abrir mais 12 até o final de 2009.

- O modelo para posto de gasolina vem se mostrando um sucesso e observamos que é um mercado carente. Já contamos com alguns parceiros importantes para viabilizar a operação. As lojas de conveniência querem aumentar sua oferta de food service, propiciando maior atratividade, frequência mensal e margem de lucro – declara Renata Rouchou, diretora de expansão da holding Umbria.

Líder no segmento de culinária rápida italiana no Brasil, o Spoleto possui atualmente 245 restaurantes, entre abertos e assinados, sendo 230 (188 em operação) no Brasil e 15 no exterior (México e Espanha). São 14 lojas próprias e as demais administradas pelo sistema de franchising. No Brasil, a rede está presente em 23 estados e no Distrito Federal. A maior concentração é em São Paulo (72) e no Rio de Janeiro (55). A empresa finalizou 2008 com faturamento de R$ 258 milhões, o equivalente a 23% de crescimento.
 

PUBLICIDADE

Tem interesse no mercado de franquias?