Kopenhagen

HISTÓRIA

Fundada em 1928, a Chocolates Kopenhagen – empresa 100% nacional – oferece uma gama de produtos que marcaram época e já seduziram três gerações de brasileiros, como Nhá Benta, bombons Cherry Brandy, Língua de Gato, Chumbinho e os famosos marzipãs. 

A história da empresa no País começou com a chegada do casal de imigrantes Anna e David Kopenhagen. Anna trouxe da Letônia a receita de marzipã, confeito muito popular na Europa, mas até então desconhecido no Brasil.

Com muita perseverança, David conquistou clientes para o produto e, em poucos anos, o casal fundou a primeira fábrica da Chocolates Kopenhagen, localizada no bairro do Itaim Bibi. A empresa passou a produzir também chocolates finos, bombons, balas, confeitos, biscoitos, além de ovos de Páscoa e panetones. 

Em 1996, sob a administração de Celso Moraes, a fábrica do Itaim Bibi foi transferida para Tamboré e sofreu um profundo processo de modernização, que se intensificou em 2004, com a chegada de sua filha Renata Moraes à vice-presidência. As mudanças implementadas pela nova gestão, como a transformação visual de todas as lojas, a diversificação dos produtos e a implementação dos cafés nas unidades da rede, foram responsáveis por quadruplicar o faturamento da empresa.

 

“Para transformar uma empresa familiar em um grande negócio, foi preciso implementar normas de fabricação, criar uma estrutura de recursos humanos, contratar uma empresa de consultoria para reestruturar o modelo de franquias e investir fortemente no marketing”, explica Renata.


Atualmente a Kopenhagen produz mais de 300 tipos diferentes de chocolates, lança cerca de dois produtos por mês e produz 1,3 mil toneladas de chocolate por ano. Possui 165 lojas distribuídas em todo Brasil, obtendo um crescimento de 10,5% em pontos-de-venda, durante 2004 e início de 2005. Para atender as necessidades de seu exigente e requintado público, a empresa investe na modernização do novo layout, que varia de R$ 200.000,00 a R$ 300.000,00 por loja.

 

Saiba mais sobre o segmento: Franquias de Alimentação

Compartilhar:

Leia Mais Histórias do Franchising