Feira de franquias espera girar R$ 15 milhões

Feira de franquias espera girar R$ 15 milhões

Quem não tem vontade de ter o próprio negócio e, com ele, a receita certa para o sucesso? Optar por uma franquia pode ser um atalho nesse processo. Isso porque geralmente a marca já está consolidada no mercado e, com a autorização de uso do nome, oferecendo os mesmos produtos ou serviços, geralmente se tem a fórmula para fazer a empresa vingar.

Pensando nisso e em estimular a abertura de franquias no Grande ABC, a Acisbec (Associação Comercial e Industrial de São Bernardo) investiu R$ 180 mil para realizar a primeira edição da feira ABC Franchising & Negócios, que ocorrerá na sede da entidade, situada à Rua do Imperador, 14, Nova Petrópolis, nos dias 8 e 9 de março, das 12h às 20h. São esperados 5.000 visitantes e R$ 15 milhões em negócios no pós-feira.

Dados da ABF (Associação Brasileira de Franchising) mostram que, em 2012, ano em que a economia brasileira caminhou a passos lentos, o setor cresceu cerca de 16% - os números oficiais serão divulgados no dia 5. As franquias devem somar 2.213 marcas, 104 mil pontos de vendas e 936 mil empregos diretos.

"Queremos abrir na Acisbec uma câmara de franchising. A feira é, portanto, apenas o primeiro passo para auxiliar no desenvolvimento do setor na região", conta o coordenador do evento Valter Moura Júnior. "A ideia é disponibilizar uma ou duas vezes por semana consultores para orientar quem quiser abrir franquia em São Bernardo."

Ainda há três estandes livres. Para participar da feira, as empresas têm de pagar taxa de R$ 2.500, porém, somando gastos com montagem do espaço, divulgação e hospedagem, o investimento sobe para até R$ 6.000. Os interessados em visitar o evento e participar das palestras sobre o assunto, que abordarão os aspectos jurídicos e práticos de franquias, como pontos positivos e negativos e o que é necessário para ter um negócio do tipo, terão entrada gratuita. Será preciso apenas se cadastrar pelo site oficial do evento.

EXPOSITORES - Durante a feira haverá franquias para todos os gostos e bolsos. Desde negócios que requerem investimento inicial de R$ 15 mil a R$ 400 mil - o que varia de acordo com a área, sendo que, em serviços, por exigir menor infraestrutura, os valores são inferiores. Em comércio, dependendo da solidez da marca, os custos sobem.

É o caso da Babbo Giovanni, tradicional pizzaria com 94 anos de mercado. Na região, por enquanto, existe unidade apenas em São Caetano. Aliás, conforme ressalta o diretor de expansão Pedro Paulo Couto, em cidades menores eles permitem apenas uma franquia, para maior exclusividade. Para oferecer apenas delivery são R$ 130 mil. Na versão com salão para refeições, R$ 400 mil. O faturamento é de R$ 50 mil mensais no primeiro caso e de R$ 100 mil a R$ 150 mil no segundo, ambos com lucro estimado em 30% do montante. "Pizza é o produto mais popular de conveniência. Uma família das classes A e B, nosso alvo, pede cerca de seis pizzas no mês e vai duas vezes na pizzaria."

Na mesma cidade, há uma das seis lojas próprias da Abrakadabra, especializada na venda de fantasias. "Queremos iniciar a oferta de franquias a partir deste ano", diz a gerente de expansão Berenice da Silva. O uso da marca, que inclui lote inicial de 50 mil fantasias, varia de R$ 236 mil a R$ 285 mil. O faturamento estimado é de R$ 60 mil a R$ 90 mil mensais e a rentabilidade varia de 14% a 18%. "A economia da região é bastante representativa, sendo o quarto maior PIB (Produto Interno Bruto) do País. Queremos expandir."

:: Teste: Você tem perfil para ser um franqueado?

Fonte: Soraia Abreu Pedrozo / Diário do Grande ABC - http://www.dgabc.com.br/News/6009879/feira-de-franquias-espera-girar-r-15-mi.aspx