Minifranquias unem baixo investimento com lucratividade

Enviado em 12/07/2010 às 17:28:48

O sonho de se tomar dono do próprio negócio, até mesmo para quem não tem recursos, pode ser realizado por meio de uma minifranquia. A lista de redes com investimento inicial de até R$ 50 mil da Associação Brasileira de Franchising (ABF) soma quase 120 grupos. São franquias de todo tipo, voltadas para venda de produtos e principalmente de serviços.

Há opções bem baratas, como a Aquazero, paralavagem de carros sem água, com investimento inicial de R$ 6.490 a R$ 9.290. Com um pouco mais, de R$ 11 mil a R$ 25 mil, há opções na área de informática e marketing; com R$ 40 mil é possível montar uma escola de línguas e, com mais R$ 6 mil, uma vendinha da Empada Caipira.

A professora Angélica do Nascimento Guimarães gastou R$ 45 mil para abrir um quiosque da Nutty Bavarian, empresa da área de alimentação, em 2007. 'Hoje custa um pouco mais e o faturamento depende do ponto', diz.

O diretor-executivo da ABF, Ricardo Camargo, diz que as minifranquias substituem rapidamente as antigas redes credenciadas de assistência técnica e vendas dos fabricantes de eletrodomésticos, por exemplo. 'O sistema se presta ainda para formalizar atividades, como ambulantes', diz. Outro setor beneficiado é o de consultorias e de profissionais liberais, as chamadas home based, que dispensam ponto 'Em alguns casos, basta um computador portátil.'

Realizada. 'Ganhava R$ 900 por mês e vivia triste por não conseguir me realizar. Há um ano fiz um empréstimo e abri uma Ho meAngePs. Hoje minha renda subiu para R$ 11 mil', diz a enfermeira Elaine Cristina Barbosa Alves. Ela faturou R$ 47 mil só no mês passado. O faturamento médio deste tipo de franquia varia, segundo Camargo, de R$ 10 mil a R$ 50 mil. 'Um valor que pode crescer ao infinito, já que há sempre a possibilidade de expandir o negócio e se tomar grande', garante. Elaine, por exemplo, está abrindo uma segunda unidade, para ampliar sua atuação.

Últimas Notícias

Mídias Sociais

104K

Follow

14K

Follow