Eu era um executivo

Enviado em 09, Fev, 2018 às 10:14:00

Eu era um executivo: Franquia é prosperidade ou ilusão?


Estamos no meio de uma mudança econômica mundial. Milhares de pessoas estão em situação de vulnerabilidade em seus empregos e, mesmo os que experimentam carreiras de negócios bem sucedidas em altos níveis hierárquicos, correm diariamente o risco de serem dispensados por cortes e a ajustes de gastos. Aqueles que perderam seus empregos podem ficar chocados, mas muitos terão um pouso relativamente suave: uma indenização “parruda”, uma bonificação pelos serviços prestados ou até mesmo uma aposentadoria antecipada.

Ter o recurso financeiro para amortizar o choque e ainda financiar o retorno ao mercado como empreendedor certamente é melhor do que não tê-lo, mas esse dinheiro pode causar algum dano real para você, de acordo com as escolhas que forem feitas. Dependendo do seu potencial para investimento e senso de oportunidade no mercado local, pode haver um outro caminho bem mais interessante: franchising.

Mas em se tratando da compra de uma franquia depois de uma experiência de desligamento inesperado, é um pouco como um romance de recuperação. Você foi inesperadamente supreendido com sua demissão, sua confiança está abalada. Para buscar novas oportunidades e se distrair, você começa a pesquisar e, antes de conhecer melhor a marca e modelo de negócio correto, decide ser um franqueado. Todavia, ainda há ressentimento do que aconteceu em seu trabalho anterior enquanto embarca em algo que testará seus limites como nada antes.

O universo do franchising abre inúmeras possibilidades, desafios e muitas conquistas para aqueles que trilham por este caminho. Um dos pilares fundamentais para que o “plano B” se torne o “plano A” da sua vida é que a relação entre franqueador e franqueado seja a mais transparente possível. Nem sempre é fácil corresponder às expectativas de ambas as partes. Para o bom funcionamento da relação, é importante que as responsabilidades e as funções de cada um fiquem bem claras. Afastar memórias negativas do antigo emprego e usar um equilíbrio de cautela e ousadia para se desenvolver como um franqueado é um exercício diário para atingir o sucesso em franchising. Portanto, se quer prosperidade faça a sua parte, este é o preço. Delegar o seu sucesso ao Franqueador é pura ilusão. Você sempre será a pessoa chave para ambos caminhos.

Compartilhar: