Emagrecentro: rede de franquia não cobra taxa de franquia e custa a partir de R$58 mil

Enviado em 14, Nov, 2017 às 09:00:00

Emagrecentro: rede de franquia não cobra taxa de franquia e custa a partir de R$58 mil

Emagrecentro: rede de franquia não cobra taxa de franquia e custa a partir de R$58 mil. O médico e fundador da marca aponta que prefere ter retorno dos franqueados a médio e longo prazo por meio de royalties do que aumentar valor de investimento inicial


Com o diferencial de mercado de não cobrar taxa de franquia, apenas royalties a médio e longo prazo, a rede de franquias Emagrecentro acumula uma trajetória de 31 anos no segmento de estética e emagrecimento.

Para ter um modelo de negócios com investimento inicial de apenas R$58 mil para novos franqueados, Edson Ramuth, médico e fundador do Emagrecentro, abriu mão de cobrar a convencional taxa de franquia – prática comum no mercado de franchising. “Não cobramos taxa de franquia, pois acreditamos no potencial do negócio e preferimos ganhar a médio e longo prazo com os royalties cobrados dos franqueados”,  esclarece Ramuth.

Além de não cobrar taxa de franquia há outro aspecto que faz o valor de investimento ser abaixo da média das redes de franquias que operam nesse nicho de mercado. Considerando que 50% dos custos de implantação de uma clínica de estética e emagrecimento correspondem à compra de equipamentos, Ramuth tem negociações vantajosas com fornecedores do ramo para que seus franqueados possam adquirí-los com cerca de 50% de desconto.

Receita de crescimento da marca

O início das atividades da Emagrecentro foi no final da década de 80, com uma primeira unidade na periferia de São Bernardo do Campo. “Naquela época os tratamentos estéticos eram apenas para a classe A e o meu objetivo era popularizar a estética no Brasil. Então, comecei a cobrar preços acessíveis e bem parcelados. E deu certo também em razão da qualidade dos tratamentos, já que os pacientes começaram a ver os resultados”, conta Ramuth, que logo começou a expandir para outras regiões da Grande São Paulo.

Em 1994 a empresa tornou-se filiada à ABF e começou a expandir por meio de franquias. Para ser franqueado da rede, segundo Ramuth, o principal requisito é gostar do segmento de emagrecimento e estética, pois ficará muitos anos se dedicando integralmente ao negócio. “É importanta também ter que ter perfil pró-ativo”, conclui.

 

Clique aqui e saiba como abrir uma franquia Emagrecentro

Compartilhar: